7 de jun de 2016

Há dois meses sem receber salários, operários suspendem obras de reforma do Estádio Municipal Nhozinho Santos

As obras de reforma do Estádio Municipal Nhozinho Santos foram paralisadas porque os operários contratados para execução das obras se recusam a continuar trabalhando sem receber dinheiro, já que a Prefeitura Municipal não repassa o dinheiro da construtora vencedora da licitação.

Depois de dois meses de trabalho, nunca foram pagos os salários dos trabalhadores e para complicar a situação, a senhora que fornecia as quentinhas com alimento também se recusou a continuar comprando arroz, carne, feijão, macarrão, peixe, óleo, tempero e gastar gás para também não receber dinheiro da Prefeitura.

Com a paralisação dos trabalhos, o estádio não ficará pronto para as partidas da Série D do Campeonato Brasil, que tem o Moto Club e o Maranhão Atlético Clube, ambos da capital, como representantes do estado na competição.

Dos trabalhos contratados, apenas a grama foi aparada, faltando recuperar vestiários, cabines de emissoras de rádio, banheiros e demais setores recomendados pelo Corpo de Bombeiros.

Nenhum comentário: