7 de jun de 2016

Rodrigo Janot quer José Sarney, Renan Calheiros e Romero Jucá na cadeia por tentarem obstruir Lava Jato

O ex-senador e ex-presidente José Sarney (PMDB-AP), que até duas semanas atrás se gabava de não ter nenhum envolvimento nas investigações da Lava Jato entrou na mira do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que, segundo notícia publicada pelo jornal O Globo do Rio de Janeiro, pediu sua prisão, juntamente com as dos senadores Renan Calheiros (presidente do Congresso Nacional) e Romero Jucá (que foi ministro do Planejamento de Michel Temer).

Os pedidos estão com o ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal, há mais de uma semana. Os caciques do PMDB foram gravados por Sérgio Machado, ex-presidente da Transpetro e delator da Lava Jato, e Janot os acusa de tramar contra a Lava Jato.

Jucá tratou a saída da presidente Dilma Rousseff como uma forma de “estancar a sangria” da operação e perdeu o cargo; Renan defendeu mudanças na lei de delações premiadas, o que já era uma posição pública defendida por ele; e Sarney, por sua vez, falava em buscar uma ponte com o ministro Teori Zavascki; em sua defesa, Sarney classificou Machado como "monstro moral".

Leia reportagem completa em www.maranhaohoje.com.br

Nenhum comentário: