9 de jun de 2016

Tem comunista também na lista do delator Sérgio Machado; Deputada Jandira Feghali é só a primeira

Como não poderia ser diferente, os comunistas que tanto festejaram a aparição da cúpula do PMDB (no Maranhão, leia-se José Sarney) na lista de Sérgio Machado, ex-presidente da Transpetro e delator da Lava Jato, reagiram com raiva à informação do jornalista Lauro Jardim, de O Globo, na qual afirma que a deputada federal Jandira Feghali (PCdoB-RJ) também recebeu dinheiro de empresas que estão no propinoduto da Petrobras.

Vale recordar que, recentemente, Sérgio Machado disse que todos (todos!) os governadores eleitos em 2014 participaram deste esquema de corrupção e até o momento nenhum (nenhum!) botou a cabeça de fora para se defender, provavelmente porque temem ser surpreendidos com revelações como esta que desnorteou os comunistas.

De acordo com o colunista de O Globo, Machado disse que a deputada Jandira pediu ajuda diretamente a ele. O ex-presidente da Transpetro conta então que conseguiu recursos com a empreiteira Queiroz Galvão, que tinha negócios com a Transpetro, para a campanha da comunista. Machado contou ainda que conseguia o dinheiro como contribuição oficial para as campanhas. Jandira rebate dizendo que todas as doações para sua campanha "foram legais, transparentes e já tiveram as contas prestas e aprovadas pela Justiça Eleitoral".

A presidente nacional do PCdoB, deputada Luciana Santos, e a bancada do partido no Congresso divulgaram nota em apoio à camarada: "Jandira se transformou em um incômodo para as forças golpistas no Congresso Nacional e para setores conservadores que disputam a prefeitura do Rio de Janeiro, uma vez que ela é uma das principais pré-candidatas. Em razão disso, surgem ataques caluniosos à Jandira, como a nota publicada, hoje, em um blog de um jornalista de O Globo que apresenta afirmações levianas e ilações descabidas referentes ao financiamento eleitoral de eleições passadas", disseram. Então, tá!

Nenhum comentário: