3 de jun de 2016

Vereadora pede para prefeito Edivaldo Holanda instalar banheiros químicos em todos os postos de táxi da cidade

Imagine um banheiro químico sobre a calçada lateral da Farmácia Big Ben, no bairro do São Francisco; outro na calçada do antigo Hotel Central (Palácio do Comércio), na Avenida Pedro II (Centro); mais um em frente à Clínica São Marcos, no bairro do Renascença; e assim em vários pontos da cidade. Quem já teve o desprazer de utilizar esse tipo de banheiro, em shows principalmente, sabe quanto ele provoca de mau cheiro, de poluição etc, mas, se o prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) decidir acatar requerimento da vereadora Luciana Mendes (PP), essas centinas de fibra vão se espalhar por toda a cidade, que já ela pede a instalação desses banheiros em todos os postos de táxi.

A vereadora diz  que sua intenção é zelar pelo conforto, segurança e integridade física dos taxistas da capital que reclamam o benefício. Para Luciana, os banheiros químicos vão dignificar a condição da pessoa humana dos taxistas, que evitarão danos à saúde e inconveniência de ser obrigados a pedir emprestados banheiros de comércios e residências para suprir necessidades fisiológicas. 

Ok, mas se estiver na via pública qualquer poderá usar e cabe perguntar: a Prefeitura vai poder utilizar calçadas de prédios privados para isto? Vai manter pessoal dia e noite cuidando da limpeza? E o desconforto na hora da coleta de fezes e urina por carros foça? Alguém vai querer uma centina à sua porta? 

Pode até ser que não, mas tudo indica que boa intenção da vereadora será recusada, até porque, além do aspecto saúde público, vai ser lavada em conta a paisagem da cidade, e, salvo melhor entendimento, esse tipo de banheiro não ajuda a decorar nada. Mas...


Nenhum comentário: