14 de jun de 2016

Vereadora pede ao Governo do Estado tratamento aos taxistas igual ao dado a empresas de ônibus e aviação

A vereadora Luciana Mendes (PP)  é autora de um pedindo ao Governo do Estado para que a Secretaria da Fazenda (Sefaz) conceda aos taxistas de São Luís um tratamento semelhante ao dispensado às empresas de transporte coletivo, intermunicipal e interestadual, bem como às companhias aéreas: a redução do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias (ICMS) sobre combustíveis.

No pedido encaminhado ao governador Flávio Dino (PCdoB) e ao secretário Marcellus Ribeiro Alves, Luciana Mendes pede que a redução do ICMS ocorra da mesma forma dos índices do benefício concedido aos demais beneficiários.  As empresas de ônibus têm dedução sobre o imposto na compra do óleo diesel e as companhias aéreas sobre o querosene de aviação, portanto ao taxistas deveria ser dado o mesmo tratamento na compra de gasolina e etanol.

O pleito, segundo ela, atende a uma antiga reivindicação dos taxistas da capital, que constantemente reclamam da impactante elevação de custos, decorrente dos aumentos dos combustíveis decretados pelo governo.

A vereadora protocolou também requerimento Câmara Municipal, pedindo que a Prefeitura de São Luís - por meio da Secretaria de Transportes Urbanos (SMTT) – instale postos de táxi em locais de grande movimentação da Avenida Litorânea.

Nessa proposição dirigida ao prefeito Edivaldo Holanda e ao secretário da SMTT, Canindé Barros, Luciana Mendes sugere que os dois postos de táxis sejam criados e instalados na frente do Restaurante Cabana do Sol e próximo do Centro de Veraneio do IPEM.


Nenhum comentário: