31 de jul de 2016

Pesquisa DataM mostra que o principal adversário de Edivaldo Holanda é o próprio Edivaldo Holanda

A pesquisa DataM publicada neste domingo pelo Jornal Pequeno e que teria sido contratada pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon) e pela TV Difusora, arrendada por um grupo político liderado pelo deputado Wewerton Rocha (PDT), mostra que o principal adversário de Edivaldo Holanda Júnior (PDT), que vai tentar a reeleição, não é a deputada Eliziane Gama (PPS) nem o deputado estadual Wellington do Curso (PP), mas o próprio o prefeito.

De acordo com a pesquisa, foram entrevistados 1.200 eleitores em São Luís, entre os dias 18 e 21 de julho. Destes, 25,7% disseram que votariam no prefeito, enquanto 19,0% votariam em Eliziane Gama (PPS) e 12,8, em Wellington do Curso (PP), para ficar apenas com os três mais mencionados.

De acordo com o instituto, a margem de erro é de 3,1% para mais ou para menos, ou seja, Edivaldo pode ter entre 22,6% e 28.8%; Eliziane pode ter entre 15,9% e 22,1%; e Wellington, entre 9,7% e 15,9%, o que significa dizer que Edivaldo estaria na liderança absoluta, sem empate técnico, como vinham mencionando os outros institutos de pesquisa.

O problema do prefeito está no quesito rejeição, pois, segundo o DataM, 25,9% não votariam nele em hipótese alguma, o que significa dizer que esta rejeição pode ser de 22,8% ou 29,0%. Resumindo: os que não querem confiar um segundo mandato a Edivaldo são mais do que os que tencionam dar sua cadeira a Eliziane ou a Wellington. Vem a questão: como com uma rejeição beirando 30%, ele pode estar à frente no segundo turno dos dois adversários, se a rejeição de Eliziane é de 19% (16,9% ou 22,1%) e a de Wellington, de 12,8% (9,7% ou 15,9%)?

Com a palavra o DataM.

São Luís teve um dos melhores desempenhos do Nordeste na geração de empregos no mês de junho, segundo Caged

GIRO ECONÔMICO

Apesar de ter apresentado um saldo negativo de 65 postos de trabalho desativados, São Luís foi uma das três capitais nordestinas com melhor desempenho no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) em junho, atrás apenas de Natal (RN), que teve saldo positivo de 958, e João Pessoa (PB), com 621. Salvador (BA), ficou com saldo de -3.054; Recife (PE), com -2.279; Fortaleza (CE), com -1.156; Aracaju (SE), com -838; Maceió (AL), com -623; e Teresina (PI), com -314. 

A exemplo do que ocorreu no país, a agropecuária foi o grande destaque como setor que mais contribuiu para preservação de empregos na região. Somente no Ceará (815) e em Alagoas (145), o setor de Serviços se sobressaiu, mas a agropecuária preservou 371 empregos no Maranhão; 346 no Piauí; 361 na Paraíba; 2.877 em Pernambuco; 386 em Sergipe; e 84 na Bahia.

Vale lembrar que os números do Caged mostram o Maranhão com um saldo positivo de 17 empregos preservados, mas como um acumulado no semestre de -13.275 e de -20.992 nos últimos 12 meses.

Endereço - A partir desta segunda-feira (1º de agosto) a administração do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) passa a funcionar em novo endereço, no Condomínio Francisco Guimarães e Souza, sede do Sistema Fecomércio, localizado na Avenida dos Holandeses (Renascença II). O edifício com 11 andares abriga a Federação do Comércio e os dois órgãos vinculados: Senac e Serviço Social do Comércio (Sesc). Na nova estrutura, o órgão terá condições de prestar melhor serviço à sua clientela.

Caixa 2 - Como parte da programação dos seus 162 anos, a Associação Comercial do Maranhão programou uma série de sessões plenárias temáticas e a primeira delas será nesta quarta-feira (03), com a presença do presidente da seccional maranhense da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MA), Thiago Diaz, que vai falar sobre a campanha de combate ao Caixa 2 na eleição deste ano, ação que conta com apoio da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e Conselho de Contabilidade (CRC).

Nordeste - O vice-presidente da Federação das Indústrias (Fiema), Francisco Sales de Alencar, participou, semana passada, em Brasília (DF), da instalação da Associação Nordeste Forte, núcleo criado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) para discussão de temas voltados para o setor industrial na região.







Na sessão de compromisso com a Ordem, o advogado Dirceu Emir com o presidente da OAB-MA, Thiago Diaz, que quarta-feira profere palestra na Associação Comercial sobre o combate ao Caixa 2 nas eleições municipais



Transporte - A Vale movimentou no primeiro semestre deste ano 73,7 milhões de toneladas de minério de ferro e carga geral, pela Estrada de Ferro Carajás (EFC), o que representa um aumento de 16% em relação a igual período do ano anterior. O minério de ferro foi o principal produto transportado pela ferrovia, com 71,3 milhões de toneladas. No Terminal Marítimo de Ponta da Madeira, foram embarcadas 69,1 milhões de toneladas. Os números foram divulgados pela mineradora nesta quinta-feira (28)

Aviação - Aluno da primeira turma da Faculdade de Engenharia Mecânica da Universidade Estadual do Maranhão (Uema), o empresário José Antônio Mohana (Portas Brazil) está de volta à instituição de ensino, como coordenador dos trabalhos da equipe Zeus, formada por futuros engenheiros mecânicos, que estão desenvolvendo o projeto de um avião que vai participar, em novembro, de uma competição, em São José dos Campos (SP), promovida pela Sociedade da Engenharia de Mobilidade (SAE).

30 de jul de 2016

Conab realiza até dia 12 levantamento sobre atividades de extrativista amparados pelo PGPM no Maranhão

GIRO ECONÔMICO

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) prossegue até dia 12 de agosto a vistoria das operações da Política de Garantia de Preços Mínimos para Produtos da Sociobiodiversidade (PGPM-Bio) no Maranhão e os técnicos da estatal pretendem fiscalizar 163 produtores independentes e cooperados/associados de amêndoa de babaçu a fim de verificarem o efetivo exercício da atividade pelos extrativistas e se as operações ocorrem conforme normas do programa. 

Havendo inconsistência nas informações, o beneficiário será notificado para apresentar defesa e poderá não receber a subvenção ou devolver o recurso já recebido. Caso não devolva, será inserido no cadastro de inadimplentes, ficando impedido de participar de outro programa do governo. 

Em paralelo à fiscalização da PGPM-Bio, a equipe da Conab fará vistoria no Programa de Vendas em Balcão e cadastrará 14 armazéns privados nas regiões de Balsas e Anapurus.

Abono - Começou nesta quinta-feira (28), nas agências da Caixa e Banco do Brasil, o pagamento do abono salarial do ano-base 2015 do PIS/Pasep. De acordo com o calendário, quem nasceu de julho a dezembro, recebe este ano e os nascidos entre janeiro e junho, no primeiro trimestre de 2017. Em qualquer situação, o recurso ficará à disposição do trabalhador até 30 de junho do próximo ano, prazo final para o recebimento. A estimativa é que sejam destinados R$ 14,8 bilhões, para 22,3 milhões de trabalhadores.

Correios - A Central de Atendimento dos Correios (CAC) passou a atender, esta semana, clientes portadores de deficiência auditiva por meio de um número telefônico exclusivo. Os usuários poderão obter informações sobre produtos e serviços ou registrar manifestações pelo 0800 725 0898, de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h, e aos sábados, das 8h às 14h. Segundo o último censo do IBGE, há cerca de 10 milhões de portadores de deficiência auditiva no Brasil e a iniciativa dissemina o programa Pró-Equidade.

Isenção - Por decisão do Tribunal de Justiça, a isenção de ICMS concedida à Eneva na importação de carvão mineral da Colômbia para geração de energia na Termelétrica Itaqui acabou. De acordo com a Secretaria de Fazenda, mais de R$ 22 milhões deixavam de entrar nos cofres do Estado com este incentivo fiscal.






A superintendente do Serviço Social da Indústria (Sesi), Roseli Ramos (E), e José Fernandes, diretor da Federação das Indústrias (Fiema), entregando óculos a uma beneficiada na Ação Global deste ano



Recuperação - A Blitz Urbana de São Luís teve sua frota melhorada, graças a um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado, em maio deste ano, mediado pelo Ministério Público, entre a Prefeitura e a empresa Transrio Transportes e Logística LTDA, que recuperou cinco veículos S-10, a título de compensação ambiental por ter realizado obras sem licença. O valor da multa foi de R$ 31.900 mil, convertido num benefício para a população, pois o órgão poderá intensificar fiscalizações sobre obras irregulares.

Óculos - O Serviço Social da Indústria (Sesi), órgão vinculado ao Sistema Federação das Indústrias (Fiema), fez a entrega, quarta-feira (27) de 320 óculos prescritos por oftalmologistas durante a Ação Global, realizada em maio. A superintendente do Sesi, Roseli Ramos, afirmou que todos os anos, o órgão se empenha em garantir cada vez mais serviços à população na Ação Global, especialmente, na área médica, mas a regional do Maranhão é a único a entregar óculos aos assistidos pelo evento.

29 de jul de 2016

Assim como o PDT fez com Leo Costa em Barreirinhas, PMDB puxa tapete do prefeito Zé Alberto em Bacabal

Além de Leo Macário Costa, de Barreirinhas, que foi desautorizado pelo seu partido, o PDT, de concorrer à reeleição a fim de favorecer uma aliança com o PCdoB do governador Flávio Dino, outro prefeito, José Alberto, de Bacabal, também perdeu espaço na legenda a qual é filiado e não poderá tentar um segundo mandato. Num vídeo gravado nesta sexta-feira (29), ele comunicou a desistência e disse que seu grupo está liberado para apoiar qualquer um dos concorrentes.

Zé Alberto foi preterido pelo deputado estadual Roberto Costa, o preferido do senador João Alberto, que preside o PMDB no estado. Ele sai de cena com um dos mais baixos índices de popularidade, mas garante ter feito muitas obras e que o povo de Bacabal vai sentir saudades da sua administração.

O prefeito declarou que nestes três anos e meio de vida pública nunca deixou de cuidar dos seus negócios e volta-se para eles com mais determinação a partir de janeiro de 2017, quando passa a faixa ao sucessor. Sem citar nomes, ele queixou-se de ex-aliados, dizendo que o único político que lhe apoiou nesses anos foi o deputado Alberto Filho, de quem é pai.

Acusado de tentar obstruir a Justiça nas investigações da Lava Jato, ex-presidente Lula vira réu na Justiça Federal

A Justiça Federal aceitou nesta sexta-feira (29) denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal no Distrito Federal (MPF-DF) contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o ex-senador Delcídio do Amaral, e mais cinco acusados pelo crime de obstrução das investigações da Operação Lava Jato.

Com a decisão, Lula e Delcídio passam à condição de réus na ação penal, além do ex-controlador do Banco BTG André Esteves, Diogo Ferreira, ex-chefe de gabinete de Delcídio; o empresário José Carlos Bumlai e o filho dele, Maurício Bumlai, e o advogado Edson Ribeiro.

Todos os envolvidos são acusados de tentar impedir o ex-diretor da Área Internacional da Petrobras Nestor Cerveró de assinar acordo de delação premiada com a força-tarefa de investigadores da Operação Lava Jato. Na semana passada, o MPF reiterou a denúncia contra os acusados, que já haviam sido denunciados ao Supremo Tribunal Federal (STF), pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

No entanto, no dia 24 de junho, o ministro Teori Zavascki remeteu o processo para a Justiça Federal em Brasília, por entender que a suposta tentativa de embaraçar as investigações ocorreu na capital federal. Além disso, com a cassação do mandato de Delcídio do Amaral, nenhum dos envolvidos permaneceu com foro privilegiado na Corte.

27 de jul de 2016

Aliados de Léo Macário em Barreirinhas podem repetir o gesto dos petistas em 2014 e votar contra a imposição

Leo Macário assinou sentença da morte ao apoiar Flávio Dino em 2014
Dez partidos que tencionavam apoiar o projeto de reeleição de Léo Macário Costa em Barreirinhas assinam o manifesto em que condenam o acordo firmado entre o PDT do deputado Wewerton Rocha e o PCdoB do governador Flávio Dino, que tiraram o prefeito da disputa a fim de viabilizar o projeto do eleição do ex-juiz do Trabalho Amílcar Gonçalves, irmão do ex-prefeito Miltinho Gonçalves, e que é um dos convertidos ao Comunismo. A pergunta que faz agora é a seguinte: além de protestar o que os militantes desses partidos vão fazer depois dessa manobra?

Diante de tanta indignação, não seria nenhuma surpresa se esses revoltosos tomassem a mesma posição de muitos petistas, que, contrários ao acordo do alto comando do partido para apoiar a candidatura de Lobão Filho (PMDB) ao Governo do Estado, em 2014, foram pedir votos para Flávio Dino, ou seja, podem até ser forçados, por imposição dos caciques destas legendas, a formalizar uma aliança com o PCdoB de Amílcar, porém o mais coerente seria uma vingança, ou seja, recomendar um voto contra, e alimentar essa revolta até 2018 para também dar o troco nas urnas, quando estarão em jogo os cargos de presidente, governador, senadores e deputados (estaduais e federais). Em síntese: pagar com traição quem os traiu.

Flávio Dino, eleito com apoio de Léo Macário, prefere Amílcar Gonçalves
Caso a revolta se limite a este protesto literário, tudo não passará de uma farsa, portanto é de se esperar duras consequências o desfecho que está sendo dado a esse caso, pois trata-se, realmente, de uma das maiores traições já registradas na política do Maranhão. Nem mesmo José Sarney com suas habilidades de tornar provável o improvável, foi capaz de jogar tão perversamente com um correligionário quanto está sendo jogado em Barreirinhas.

Eis o manifesto contra a traição:

NÃO À INTERVENÇÃO

(Carta aberta à cidade de Barreirinhas e ao Maranhão)

Nós, Partidos Políticos de Barreirinhas, legalmente constituídos, vimos, por este meio, denunciar, com toda força e veemência, o GOLPE Político contra o Prefeito LÉO COSTA, legitimamente diplomado na cadeira de Prefeito, por livre, soberana e heróica decisão do povo nas últimas eleições.

Fruto de um acordo secreto e inaceitável dos atuais “donos” do poder no Estado, Barreirinhas tem de ser do PCdoB, em troca de São Luís e Imperatriz que tem de ser do PDT. É o novo, triste e extemporâneo, Tratado de Tordesilhas firmado em fins dos século XV entre os reis de Espanha e Portugal, na partilha Leste-Oeste das terras descobertas ou a descobrir.

Ora, pois, pois! Os municípios maranhenses entraram agora num MAPA DE PARTILHA, entre os monarcas do PDT e do PCdoB; isto é meu, isso é teu. Em pleno século XXI, voltamos ao atraso feudal do século XV. Enganam-se.

Barreirinhas tem autoestima, uma cidade em pleno processo de desenvolvimento, que atrai as atenções do Brasil e do Mundo. A classe política do interior não pode ser tratada como mercadoria que se leva à feira para venda, nem como moeda de troca nos gabinetes da capital.

Lutamos tanto contra métodos antidemocráticos e agora estamos frente a um processo de cassação dos direitos políticos do Sociólogo Léo Costa (um dos onze membros fundadores do PDT, 35 anos de filiação ao PDT, duas vezes Prefeito pelo PDT, amigo e companheiro inseparável de Jackson Lago, em pleno exercício do mandato) justamente para varrê-lo do mapa e entronizar em Barreirinhas, de cima para baixo, uma família pretensiosa que se julga superior ao povo e a todas as famílias de Barreirinhas.

Haja contradição, haja incoerência, haja decepção!

Contra a farsa desse golpe, Barreirinhas tem grandeza, tem futuro, tem determinação e vai reagir.

Do coração dos Lençóis, Barreirinhas exige respeito.
  • PDT – Partido Democrático Trabalhista
  • Rede de Sustentabilidade
  • PTN – Partido Trabalhista Nacional
  • Prós – Partido Republicano da Ordem Social
  • PSB – Partido Socialista Brasileiro
  • PSL – Partido Social Liberal
  • PRP – Partido Republicano Progressista
  • PRTB – Partido Renovador Trabalhista Brasileiro
  • PSC – Partido Social Cristão
  • PP – Partido Progressista

Justiça proíbe Ribamar Alves de usar as cores do PSB em Santa Inês, mas Flávio Dino abusa do vermelho do PCdoB

Ribamar Alves reunido com professores num prédio amarelo e vermelho
Não é possível que a promotora de Justiça Larissa Sócrates de Bastos e o juiz Alessandro Bandeira Figueiredo, ambos da Comarca de Santa Inês, nunca tenham percebido a semelhança nas atitudes do prefeito Ribamar Alves (PSB) e do governador Flávio Dino (PCdoB) de usarem as cores dos seus respectivos partidos em repartições públicas visando a uma promoção pessoal. Talvez tenham notado, sim, e estejam apenas fazendo uma coisa de cada vez.

No último dia 05, atendendo a um pedido do Ministério Público, a Justiça deu um prazo de 20 dias, ou seja, até segunda-feira desta semana, para que o prefeito Ribamar Alves removesse as cores amarela e vermelha de todos os prédios públicos, dos uniformes usados por alunos da rede municipal de ensino, das carteiras escolares e até mesmo dos boletins em que as professoras anotam frequências e notas dos estudantes. Tudo porque estas são as cores do PSB, partido ao qual é filiado o gestor de Santa Inês, que vai tentar a reeleição.

No Maranhão diversas escolas foram pintadas com faixas na cor do PCdoB
As investigações sobre essa coincidência de cores teriam começada em 2014. Para a promotora, o prefeito feriu os princípios administrativos da impessoalidade e moralidade, além de ter feito campanha eleitoral de forma antecipada, tudo, com o dinheiro público. “Denota-se ainda que o princípio da legalidade também foi violado na medida em que, mesmo diante da informação de que haveria cumprimento do que fora recomendado, nada fez o requerido, demonstrando total indiferença em adequar seus atos com o que dispõe a lei”, frisou Larissa Sócrates.

Escolas Dignas ganharam móveis em cor vermelha. Seria coincidência?
O que surpreende no pedido da Promotoria e na decisão da Justiça é que pouco tempo depois de terem sido iniciadas essas investigações sobre o amarelo e o vermelho dos prédios municipais, no Maranhão inteiro começaram a surgir faixas vermelhas em todos os prédios da administração pública estadual, que foram repintados para que o rubro do Partido Comunista do Brasil (PCdoB) ganhasse destaque e que até mesmo o mobiliário escolar nas unidades de ensino estaduais também passassem a ter cor vermelha. Faltaram apenas a foice o martelo, mas até mesmo o Brasão do Maranhão foi substituído pelo logomarca do governo.

Sede do Procon em Santa Inês. Aqui também tem vermelho comunista
Em Santa Inês, com certeza, há vários exemplos de uso da cor vermelha para identificar os prédios do governo comunista, da mesma forma como o amarelo e vermelho identificam aquilo que é de responsabilidade da gestão socialista local, daí porque não se duvida que Dra. Larissa de Bastos e Dr. Alexandre Figueiredo vão adotar exigir do governador a mesma impessoalidade cobrada do prefeito, e nos demais municípios, Judiciário e o Ministério Público vão se inspirar nas lições de Santa Inês para exigirem do Governo do Estado, também, a remoção da faixa vermelha das repartições estaduais, pois a lei é para todos, e como diz um bem conhecido provérbio usado em Santa Inês, pau que bate em Chico bate em Francisco.

Edital mal elaborado na Secid desgasta a secretária Flávia Alexandrina junto aos empresários da construção civil


Poucas pessoas no governo de Flávio Dino conhecem tão bem as regras de financiamento de habitação quanto a secretária das Cidades e Desenvolvimento Urbano, Flávia Alexandrina (foto). Ex-funcionária da Caixa Econômica Federal, por muitos anos ela foi o elo da instituição financeira com os empresários da construção civil. Antes de ser guindada para a equipe do governador, ela trabalhou na construtora Amorim Coutinho, que vem sendo uma das que mais têm se expandido nos últimos anos, o que ajudou a enriquecer mais ainda seus conhecimentos sobre Minha Casa, Minha Vida e aplicação do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e, principalmente, disputas de concorrência pública.

Justamente por estas credenciais, havia uma expectativa junto aos empresários da construção civil de que os riscos de favorecimento, na atual gestão, seriam bem menores tendo uma executiva com seu perfil como responsável pelas disputas para seleção dos projetos que a Secid executa, mas não foi isto que se viu com a licitação para construção de 2.058 unidades habitacionais no Parque Independência, onde antes se realiza a Exposição Agropecuária do Maranhão (Expoema).

O edital elaborado pela Comissão de Licitação é tão grosseiro, tão amadoristicamente redigido, que qualquer um com um mínimo de entendimento sobre o que se passa neste segmento empresarial sabe que apenas uma empresa atendia as exigências, até porque não tinham sustentação legal. O site Maranhão Hoje - www.maranhaohoje.com.br - abordou o tema e mostrou todos os erros, com base em depoimentos de advogados. Nesta terça-feira, a Secid revogou o edital, depois de uma denúncia de empresários junto ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) e impugnação junto à CL da pasta.

Ainda não se sabe quando um novo edital será publicado ou se ainda será, pois o governo corre o risco de entregar o projeto a quem não gostaria, caso seja contratado um novo redator para elaborar os editais da Secid, que observe tanto as regras gramaticais quanto as legais e não seja tão precipitado em dar pistas de favorecimento a esta ou àquela empresa.

Maioria do eleitorado maranhense tem baixa instrução, mostra perfil divulgado pelo Tribunal Superior Eleitoral

GIRO DE QUARTA

Assessores de partidos e candidatos já podem montar suas estratégias para a eleição de outubro, com base no perfil do eleitorado maranhense traçado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). São 4.611.247 eleitores, sendo que deste universo, 52% (2.375.505) são do sexo feminino e 48% (2.234.603) masculino. 

Por grau de instrução, 26,30% têm ensino fundamental incompleto; sabem ler e escrever, 17.69%; com ensino médio completo, 17,60%; ensino médio incompleto, 15,26%; analfabetos, 11,26%; fundamental completo, 5.54%; superior completo, 3,95%; superior incompleto, 2,36%. Sobre idade, os com mais de 79 anos são 2,52%; de 75 e 79, 1,89%; de 70 e 74%, 2,59%; de 65 e 69, 3,60%; de 60 e 64, 4,65%; de 55 e 59, 5,57%; de 50 e 54, 6,67%; de 45 e 49, 7,49%; entre 40 e 44, 8,52%; de 35 e 39, 10,62%; de 30 e 34, 12,29%; de 20 a 24, 12,61%; de 16 a 19 anos 8,69%.

Na comparação com a última eleição para prefeito (2012), houve aumento de 52.392 eleitores, já que no pleito anterior o eleitorado era de 4.558.855. Em 2014, na eleição para governador, eram 4.497.336.

Fiscalização - Ao presidir a solenidade de prestação de compromisso com a Ordem, por novos advogados, segunda-feira (25), o presidente da OAB-MA, Thiago Diaz, disse que no segundo semestre todas as atenções da instituição vão estar voltadas para fiscalizar a campanha eleitoral, a fim de ser evitado o caixa 2 e o financiamento empresarial. Segundo ele, em cada subseção haverá uma equipe de advogados fiscalizando os candidatos, assim como a CNBB vai criar comissão em cada paróquia do estado.

Aéreas - Cumprindo acordo costurado com senadores, o presidente interino Michel Temer vetou a liberação total de capital estrangeiro para participar de companhias aéreas brasileiras. A nova legislação origina de uma medida provisória enviada em março pela presidente afastada Dilma Rousseff, que ampliava de 20% para 49% a permissão de participação de capital estrangeiro nas empresas de aviação civil do país. Durante tramitação do texto na Câmara, o governo Temer atuou para expandir o percentual para 100%.

Código Civil - Nesta quarta-feira (27), a classe empresarial vai poder conhecer melhor os Impactos do Novo Código Civil para Empresas e Empresários, pois este é o tema da palestra que o desembargador Paulo Velten proferirá a partir das 19h, na Associação Comercial do Maranhão.









No seminário sobre Padram, em Açailândia, Epitácio Rocha, (Faema), Washington Oliveira (Prefeitura Municipal), Luiz Figueiredo (Senar) e Paulo Lira (Sinpra).


Armazenagem - Os empresários Wilson e Hilton Reis inauguram nesta quarta-feira, às 19h, no subsolo do Posto Hungry Tiger, na Ponta D´Areia, a franquia Guarde Mais – Self Storage referência no Brasil no segmento de armazenamento de itens pessoais ou industriais, estoque, documentos empresariais, entre outros. Bastante utilizado nos Estados Unidos e outros países, o self storage é um sistema de auto armazenamento e tem se mostrado uma ótima opção para quem precisa de espaço para guardar os pertences.

Feriado - As empresas de um modo geral fecham as portas, em todo o Maranhão, nesta quinta-feira (28), data em que o Estado comemora sua adesão à Independência do Brasil, mas os estabelecimentos comerciais que quiserem pagar hora extra dobrada e gratificação ao final do expediente podem funcionar. Já na sexta-feira (29) são as repartições públicas que não terão expediente, pois os três poderes mais os órgãos municipais decidiram adiar o feriado para proporcionarem aos servidores um fim de semana prolongado.

26 de jul de 2016

Transporte de carga no aeroporto de São Luís registra uma queda de 17,7%, segundo estatística da Infraero

GIRO ECONÔMICO

O movimento de cargas no Aeroporto Marechal Hugo da Cunha Machado, em São Luís, registrou no primeiro semestre deste ano uma queda de 17,7% na comparação com o mesmo período de 2015, conforme números divulgados pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), que constatou também uma queda de 29,4% na comparação de junho passado com Jô mesmo mês de 2015. 

De acordo com a estatística, nos seis primeiros meses de 2015 foram embarcadas e desembarcadas em São Luís 1.706 toneladas (1.229 de descarga), enquanto este ano o volume caiu para 1.404 toneladas (1.047 de descarga). Quanto a junho, o levantamento aponta 268 toneladas (193 de descarga) ano passado contra 189 este ano (139 de descarga) do mês passado.

Ajudam a explicar esta queda a diminuição de compras via internet (do Brasil e do exterior) e a queda também no movimento de passageiros.

Indenização - Por mais que os bancos alertem seus clientes sobre cuidados com aqueles que se oferecem para ajudar no uso dos caixas eletrônicos, muitas pessoas continuam caindo nas cantadas de golpistas, como foi o caso de uma senhora de Timon, cliente do Bradesco, que entregou cartão e senha a uma desconhecida e esta raspou a conta. Para a Justiça, no entanto, a culpa é do banco, por isto o condenou a devolver os R$ 800,00 sacados e ainda pagar R$ 9,2 mil a título de dando moral. A bandidagem agradece.

Conab - A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) começou nesta segunda-feira (25) a vistoria das operações da Política de Garantia de Preços Mínimos para Produtos da Sociobiodiversidade (PGPM-Bio) no Maranhão. Até 12 de agosto, os fiscais verificarão o efetivo exercício da atividade pelos extrativistas e associações ou cooperativas, e conferirão se as operações ocorreram conforme as normas que regem o Programa. Havendo inconsistência, o beneficiário é notificado para apresentar defesa. 

Código Civil - O desembargador Paulo Velten profere nesta quarta-feira (27), na Associação Comercial do Maranhão, palestra sobre Os Impactos do Novo Código Civil para Empresas e Empresários. Ele é o convidado da entidade para a sessão plenária que começa às 19h









Jurandir do Ferro Lago reunido com a família em mais um dia de campo na Fazenda Ambundância, uma das mais tradicionais da região Mearim



Faróis - O senador Antonio Carlos Valadares (PSB-SE) quer mudar a recém adotada regra que obriga o motorista a andar de faróis acesos, mesmo durante o dia, pelas rodovias municipais, estaduais e federai. Ele apresentou um projeto de emenda à lei, eliminando a necessidade de acender os faróis em vias urbanas e liberar do uso do farol baixo os veículos equipados com luzes diurnas. De acordo com o texto, o uso dos faróis baixos durante o dia será obrigatório nas vias rurais, que compreende estradas e rodovias. 

Cemar - A Companhia Energética do Maranhão (Cemar) está analisando a necessidade de interposição de eventual recurso ou outra medida processual cabível ao bloqueio de R$ 432 mil pelo juiz de Lago da Pedra, Marcelo Santana, porque a empresa teria descumprido determinação judicial, já que não fez ligação da luz na casa de uma cliente, apesar das demais casas do conjunto habitacional em que reside estarem com o serviço instalado. Segundo a Cemar, recurso às instâncias superiores é direito constitucional.

Ministro Gilmar Mendes diz que em muitos municípios, resultado da eleição vai ser apenas provisório

O ministro Gilmar Mendes, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), não esconde sua preocupação com o calendário da eleição deste ano, que vai ser muito curto, já que as convenções partidárias podem ser realizadas até 05 de agosto e os registros de candidaturas até dia 15 do mesmo mês, e somente a partir daí começam as impugnações. Ele disse que a estimativa é de que 530 mil a 580 mil candidatos disputem as eleições deste ano, mas até o momento 122 pedidos de registros de candidaturas foram feito à Justiça Eleitoral, o que, segundo o ministro, ainda é um número muito baixo.

“Quanto mais tarde ocorre o registro, maior é a possibilidade de que haja a eleição com o registro sub judice [que ainda será analisado], por conta da demora que inevitavelmente ocorrerá nesses casos. Nós vamos, certamente, em muitos casos ter judicialização, impugnação de registros até que se chegue a um segundo grau ou alguma definição, e isso vai consumir algum tempo. De modo que é importante que os registros ocorram a tempo e hora para que possa haver o deslinde judicial, se houver impugnação”, alertou o ministro ao recomendar que haja celeridade nos pedidos. Para ele, é possível que em muitos municípios o resultado a ser anunciado pode ser apenas provisório.

O prazo para que os partidos políticos e as coligações solicitem ao juízo eleitoral competente o registro de seus candidatos termina às 19 horas do dia 15 de agosto (Lei nº 9.504/1997).

25 de jul de 2016

Ministério da Agricultura convoca 186 mil pescadores que perderam registro para se regularizarem

GIRO ECONÔMICO

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) suspendeu 186.106 registros de pescadores profissionais artesanais. A medida foi publicada no Diário Oficial da União sexta-feira (22). A decisão foi tomada porque os pescadores não fizeram a manutenção do registro, conforme prevê a legislação. No entanto, eles poderão voltar a obter o documento quando prestarem os esclarecimentos necessários.

A suspensão foi determinada pela portaria nº 11, de 21 de julho de 2016, assinada pelo secretário substituto de Aquicultura e Pesca, Marcio Candido Alves. Com a medida, o total de registros suspensos hoje é de 256.929. Anteriormente, o Mapa já havia adotado a mesma providência em relação a 70.823 pescadores profissionais artesanais.

Segundo a Secretaria de Aquicultura e Pesca, para a manutenção da licença de pescador profissional, o interessado deverá apresentar esses documentos com até 60 dias de antecedência da data de seu aniversário nas Superintendências Federais de Agricultura.

Decolar - Pesquisa divulgada pela Decolar mostra que no primeiro semestre deste ano, a rota nacional do transporte aéreo mais comprada foi São Paulo-Rio de Janeiro e a internacional, São Paulo-Buenos Aires (Argentina). Em segundo lugar, das nacionais, aparece Rio de Janeiro-São Paulo, e a internacional, São Paulo-Santiago (Chile). Na comparação com 2015, a rota Curitiba-Salvador foi a que mais cresceu, com 29% de aumento, enquanto Recife-Orlando foi a internacional em destaque, com 24%.

Cheques - Os brasileiros se mantiveram cautelosos ao utilizar o cheque nos primeiros seis meses deste ano. De acordo com a Pesquisa de Inadimplência da Telecheque, 97% dos pagamentos realizados com cheques foram honrados no primeiro semestre de 2016. Em junho, o indicador ficou em 96%, estável na comparação com o índice do mês anterior, situação que surpreende, frente a grave crise econômica que assola o País. O valor médio de compras em cheque no primeiro semestre foi de R$ 1.052,30. 

Eleição - A partir da próxima semana começa pra valer a disputa pelos cargos de 217 prefeitos e milhares de vereadores. Agências de publicidade, gráficas, produtoras de vídeo etc estão sendo azeitadas para produzir material não apenas para favorecer os clientes, mas destruir os adversários. 








O estudante Washington Luís da Sousa Mendonça Júnior, do Distrito Federal, medalhista do WorldSkills, com o empresário Celso Gonçalo (Alvorada Motos), conselheiro da Federação das Indústrias



Crédito - Os médios e grandes produtores rurais tomaram empréstimos de R$ 150 bilhões na safra 2015/16, que se encerrou em junho. O montante - referente a créditos de custeio, comercialização e investimento – é 2,6% superior ao do ciclo anterior. Os dados foram divulgados sexta-feira (22) pela Secretaria de Política Agrícola (SPA) do Ministério da Agricultura. Os R$ 150 bilhões correspondem a 80% do total de recursos programados para o Plano Agrícola e Pecuário (PAP) da temporada, de R$ 187,7 bilhões.

Exportação - Em postagem publicada num grupo de criadores nas redes sociais, o empresário Sílvio de Castro e Cunha, que preside a Agroexport, garante que a empresa não planeja sair do Maranhão, muito pelo contrário, está oferecendo gado maranhense no mercado internacional para futuras exportações. Quanto ao feno utilizado para alimentação dos animais confinados antes do embarque, diz que a solução já foi encontrada e que a própria empresa cuidará de sua produção na Fazenda Carrancudo, em Matões do Norte.

24 de jul de 2016

Sindicato da Construção Civil prepara-se para realização do Dia da Construção Social

GIRO ECONÔMICO

O Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon-MA) e a Câmara Brasileira da Indústria da Construção Civil (CBIC) já deram início aos preparativos da 10ª edição do Dia Nacional da Construção Social (DNCS), maior evento de responsabilidade social e que este ano terá como tema "Valores Controem". 

 O evento, que será realizado dia 27 de agosto, no Sesi Araçagi, conta com apoio de vários órgãos e entidades, que vão oferecer serviços gratuitos nas áreas de saúde, educação, cidadania qualidade de vida, lazer e outras. Em 2015, a ação realizou 17.831 atendimentos para 1.431 pessoas e mostrou a importância do trabalho social através da integração de empresários, trabalhadores e familiares.

Dentre os serviços a serem prestados, destacam-se consultas médicas, exames dermatológicos, corte de cabelo, limpeza de pele, maquiagem, emissão de documentos, informações sobre direitos do consumidor, lazer, alimentação saudável e outros.

Concessões - Está em fase de elaboração, na Secretaria de Governo, um projeto de concessões de vários setores do Estado para a iniciativa privada, conforme anúncio feito nesta sexta-feira (22), na Federação das Indústrias (Fiema), pelo governador Flávio Dino, que não quis adiantar o que vai ser cedido a empresários, se estradas, portos, parques... “O anúncio vai ser feito no momento certo”, disse ele. Não se trata de privatização, mas gestão compartilhada, a exemplo do que vem sendo feito pelo governo federal. 

Azul - A companhia aérea Azul anunciou, quinta-feira (21), a criação do segundo voo diário entre São Luís e Fortaleza. O pedido para a ampliação da malha operada pela empresa já foi encaminhado à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Com estes voos, a ligação entre as duas cidades será feita, partindo de São Luís, às 08h50 e às 19h13, de domingo a sexta, e às 11h25, sábado. Saindo de Fortaleza, às 08h50, segunda, quarta, sexta e sábado; às 04h55, terças e quinta; às 12h, domingo; e às 19h25, domingo e sexta.

Brasil Produtivo - O ministro Marcos Pereira, da Indústria e Comércio, se equivocou ao dizer que o Maranhão foi o segundo estado (Amazonas teria sido o primeiro) a receber os programas Brasil Mais Produtivo e Cultura Exportadora. Antes destes, seu antecessor Armando Monteiro Neto lançou em Pernambuco, em 2015.









No lançamento do Programa Nacional de Cultura Exportadora (PNCE) e Brasil Mais Produtivo, sexta-feira, o ministro de Indústria e Comércio, Marcos Pereira, e o empresário Edilson Baldez, presidente da Fiema


Agroexport - A Agroexport, que se instalou em São Luís com o objetivo de comercializar animais vivos para Venezuela, Líbano e outros países do Oriente Médio e África estaria enfrentando dificuldades para continuar operando no Maranhão. Além do preço da arroba do boi cobrada aqui a R$ 126 e no Pará a R$ 122, não há disponibilidade de feno suficiente para alimentação dos animais confinados. O secretário de Indústria e Comércio, Simplício Araújo, garante, porém, que as soluções estão sendo buscadas. 

Infraestrutura - O ministro da Indústria e Comércio, Marcos Pereira, prometeu ampliar com o ministro de Moreira Franco (Secretaria Executiva do Programa de Parcerias de Investimentos - PPI) as discussões para que seja melhorada, por concessão, privatização ou ação do governo, a malha viária dos estados do Nordeste, como forma de estimular a participação das empresas da região no mercado internacional. O caso do Maranhão é exemplar, pois tem um excelente porto, porém rodovias precárias para se chegar a ele.

23 de jul de 2016

Governador Flávio Dino prepara pacote de bens e serviços do Estado que serão transferidos para a iniciativa privada

O governador Flávio Dino (PCdoB), que está num embate jurídico com a Associação dos Criadores do Maranhão (Ascem) por conta da cessão do Parque Independência à entidade, em 1992 e ratificada em 2009, surpreendeu quem acompanha de perto essa questão ao anunciar, nesta sexta-feira (22), que o Governo do Estado está preparando um projeto para cessão de diversos serviços e bens públicos para a iniciativa privada, sem que isto signifique privatizações.

Questionado por este jornalista sobre que bens e serviços devem ser passados para as empresas - estradas, parques, terminais rodoviários, portos, museus etc -, o governador se recusou a adiantar, dizendo apenas que no "momento oportuno serão anunciados". De acordo com o governador, os estudos estão sob a coordenação do secretário de Governo, Antônio Nunes.

O que surpreende no anúncio do governador é que ao reivindicar a devolução do Parque Independência, um dos argumentos do governo é a incompatibilidade de um patrimônio público vir sendo explorado por uma instituição privada, já que a Ascem ali realizava a Exposição Agropecuária do Maranhão (Expoema). No local, o governo pretende construir 2.084 unidades habitacionais voltadas para servidores públicos, embora haja outras áreas que poderiam ser destinadas para esse tipo de projeto, como Sítio Santa Eulália (Jaracati) e outros.

A ideia do governador é transferir a empresários aquilo que eles podem fazer com mais eficiência que o poder público, tal como era o contrato do Parque Independência, que foi cedido porque a Expoema administrada pela Ascem garantia o evento sem despesas para o Estado, que é dono do evento, e ainda se livrava de gastos com vigilância, manutenção etc. O contrato de cessão vai até 2026.

Vale ressaltar que o Governo do Estado, na administração de José Reinaldo Tavares, adquiriu uma fazenda em Balsas, a Sol Nascente, para que a Fundação de Amparo à Pesquisa no Corredor de Exportação Norte (Fapcen) tivesse um lugar adequado para fazer sua exposição agropecuária, a Agrobalsas.

Mais de 2,8 mil toneladas de embalagens de agrotóxico são recolhidas no Nordeste na operação Campo Limpo

GIRO ECONÔMICO

De janeiro a junho deste ano, o Sistema Campo Limpo retirou dos campos do Nordeste do Brasil, 2.876 toneladas de embalagens vazias de defensivos agrícolas, quantidade 12% menor em relação ao primeiro semestre de 2015, acompanhando acontecimentos que impactam na agricultura brasileira.

Os números seguem a tendência observada no Brasil, que apresentou uma queda de 6% na destinação do material no semestre. Conforme tem sido divulgado, diversos fatores justificam essa diferença. Entre eles, destacamos as alterações climáticas (excesso de chuvas na região sul e seca na região do centro-oeste e no Matopiba), a expansão do plantio da variedade de soja Intacta, que reduz a aplicação de produto, e o aumento do contrabando de agrotóxicos, este último sendo um ponto de atenção para as autoridades.

Atualmente, o Sistema Campo Limpo encontra-se em sua maturidade e a expectativa é de manutenção da quantidade total de material destinado no país. Ao considerar todos esses elementos, a previsão de destinação de embalagens vazias para 2016 é de 44,5 mil toneladas.

Lançamento - A Ford, em São Luís representada pela Duvel, apresentou o Novo Edge, que chega ao mercado em agosto como uma das melhores opções de preço e conteúdo no segmento de crossovers de luxo. Sucesso na América do Norte, Europa e Ásia, o veículo combina as vantagens de um utilitário esportivo com a elegância de um automóvel premium. O Novo Edge traz uma série de tecnologias semiautonômas, equipamentos de última geração que garantem melhor dirigibilidade, mais segurança e conforto. 

Armazenagem - Wilson e Hilton Reis apresentam quarta-feira (27) a Guarde Mais–Self Storage, franquia referência no segmento de armazenamento de itens pessoais ou industriais, estoque, documentos empresariais etc, serviço há anos utilizado nos Estados Unidos e outros países. Trata-se de um sistema de auto armazenamento, que é uma ótima opção para quem precisa de espaço para guardar seus pertences. Além São Luís, a franquia conta com unidades em São Paulo, Curitiba, Belo Horizonte, Florianópolis e Porto Alegre. 

Milho - Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) encaminhou à equipe econômica do governo proposta de isenção de PIS/Cofins para a importação do grão até o fim do ano a fim de conter a alta de preços do grão.





Na primeira edição do Mundo Tech, realizado quinta-feira (21), no Hotel Luzeiros, a advogada Ana Cristina Feitosa, com representantes das empresas Avaya, Bosch, Delta, Furukawa e Anixter, além de Darci de Jesus, diretor da Fonmart, promotora do evento


Pradam - O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, (Senar) realiza neste sábado, (23), a partir das 8h, no Sindicato dos Produtores Rurais de Açailândia (Sinpra), o Seminário de Sensibilização sobre o Projeto de Recuperação de Áreas Degradadas na Amazônia (Pradam), voltado aos produtores rurais, lideranças sindicais e políticas, técnicos de campo, professores e estudantes da região tocantina. Um dos principais objetivos do projeto é conciliar a produção agropecuária com a preservação das florestas.

Tecnologia - As soluções em tecnologia para melhorar o desempenho, agilidade e eficiência dos serviços prestados pelas empresas foram apresentadas ao presidente da Federação das Indústrias, Edilson Baldez, por representantes de indústrias que participaram do Mundo Tech, evento promovido quinta-feira (21) pela Fonmart Tecnologia, dentre elas Avaya Brasil, Bosch Security Systems e Furukawa, que atuam nas áreas de tecnologia da informação, telecomunicações, segurança eletrônica, energia e infraestrutura.

22 de jul de 2016

Presidente da OAB-MA, Thiago Diaz, contrata auditoria externa para analisar contas rejeitadas do antecessor

O Conselho Seccional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MA) decidiu, em reunião realizada na noite desta quinta-feira (21) reprovar as contas referentes ao ano de 2015 da gestão do ex-presidente Mário Macieira (foto).

O Conselho determinou, na reunião de junho, a contratação de uma auditoria independente para uma análise minuciosa dos fatos. O resultado encontrado pelos profissionais em Contabilidade, devidamente qualificados e aptos ao trabalho, confirmou irregularidades, tais como: gastos superiores à arrecadação; acréscimo acentuado de despesas, acima do limite permitido em cerca de 46%, no segundo semestre de 2015; término da gestão sem deixar o fluxo de caixa (reserva de contingência) determinado pelo Conselho Federal da OAB para o pagamento das contas ordinárias pela gestão seguinte; e pagamento desordenado de obras sem a devida comprovação de sua realização.

"A reunião contou com a presença de ex-diretores, entretanto os argumentos apresentados por eles não convenceram os conselheiros estaduais que votaram pela rejeição das contas", disse nota da assessoria de imprensa da entidade.

Serviço Nacional de Aprendizagem Rural realiza nesta sexta-feira, em Açailândia, seminário sobre Pradam

GIRO DE SEXTA

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, (Senar) realiza neste sábado (23), a partir das 8h, no Sindicato dos Produtores Rurais de Açailândia (Sinpra), o Seminário de Sensibilização sobre o Projeto de Recuperação de Áreas Degradadas na Amazônia (Pradam), voltado aos produtores rurais, lideranças sindicais e políticas, técnicos de campo, professores e estudantes da região tocantina. 

O evento tem como principal objetivo difundir os princípios e tecnologias de produção sustentável no bioma amazônico. Na programação constam palestram com técnicos especializados que abordarão temas relativos às seguintes tecnologias: Integração Lavoura-Pecuária-Floresta, (ILPF), Recuperação de Pastagens Degradadas, Plantio Direto, Florestas Plantas e Sistemas Agroflorestais – SAFs.

O Pradam é uma parceria entre o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuáia (Embrapa).

Turismo - Com o reconhecimento do conjunto da Pampulha, em Belo Horizonte (MG), como Patrimônio Cultural da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), passam a ser 11 os bens culturais tombados pela instituição no Brasil. Os outros dez são Brasília (DF), Goiás Velho (GO), Diamantina (MG), Ouro Preto (MG), Olinda (PE), São Luís (MA), Salvador (BA), Congonhas (MG), São Cristovão (SE) e São Miguel das Missões (RS).

Intecom - Os estados do Nordeste - Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe e Bahia -–estão na mira da Intecom Logística para onde pretende expandir sua oferta de serviços no segundo semestre de 2016. A empresa atua na gestão de armazenagem e entrega de medicamentos e produtos de higiene pessoal em farmácias, tendo a Walmart como seu principal cliente na região, onde entrega mais de 45 milhões de produtos farmacêuticos, perfumaria e higiene pessoal.

Posse no INSS - Toma posse nesta sexta-feira (22), o novo superintendente do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS),Antônio Wilson Ribeiro Furtado. A solenidade está marcada para às 10h, na sede do órgão, na Avenida dos Holandeses (Calhau)
.








Em recente visita à Apae, o deputado Eduardo Braide (C) foi recepcionado pela diretoria da entidade, dentre eles Pedro Afonso de Souza (D)


Exportação - O presidente da Federação das Indústrias (Fiema), Edilson Baldez, recebe, nesta sexta-feira (22), o ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), Marcos Pereira, que vem ao Maranhão para fazer o lançamento do programa Brasil Mais Produtivo e do Plano Nacional da Cultura Exportadora (PNCE). O Programa Mais Produtivo tem a parceria do Senai e é focado na melhoria do processo produtivo das empresas. Já o PNCE oferece oportunidades de acesso ao mercado exterior.

Suzano - Quando a visita do ministro Marcos Pereira ao Maranhão foi anunciada, chegou-se a incluir na sua agenda no estado uma visita a Imperatriz, onde ele faria o lançamento de uma nova plataforma da Suzano, esta voltada para fabricação de papel higiênico que teria como mercado prioritário as regiões Norte e Nordeste. Alguma coisa aconteceu, pois a Suzano decidiu simplesmente cancelar o evento e assim a passagem de Marcos Pereira pelo Maranhão se restringirá a um encontro com empresários na Fiema.

21 de jul de 2016

Programas de Cultura Exportadora e Brasil Mais Produtivo serão lançados nesta sexta-feira na Federação das Indústrias

O ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira, lança nesta sexta-feira (22/07), em São Luís - MA, o Plano Nacional da Cultura Exportadora (PNCE) e o Programa Brasil Mais Produtivo. O lançamento será realizado na Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (Fiema). A ação é o braço regional do Plano Nacional de Exportações, que tem o objetivo de aumentar o número de empresas que operam no comércio exterior e, consequentemente, aumentar as exportações de produtos e serviços do Estado.

O MDIC mapeou mais de duas mil empresas maranhenses de diversos setores econômicos, como produtos alimentícios, minerais, vestuário, entre outros, que poderão se beneficiar das ações do plano. As empresas participantes contarão com ferramentas de treinamento, capacitação, consultoria para adequação de produtos e identificação de mercados. O PNCE é desenvolvido em cinco etapas – sensibilização, inteligência comercial, adequação de produtos e processos, promoção comercial e comercialização. Além disso, conta ainda com três temas transversais para o direcionamento das empresas: financiamento, qualificação e gestão.

No Maranhão, o programa conta com o apoio de parceiros nacionais e estaduais, como a Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (Fiema), Secretaria de Indústria e Comércio (Seinc); Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-MA); Associação Comercial do Maranhão (ACM); Banco do Brasil, entre outros.

O programa é uma ação focada na melhoria do processo produtivo das empresas brasileiras e tem como objetivo aumentar em pelo menos 20% a produtividade das empresas participantes. O Brasil Mais Produtivo vai atender, em todo o país, três mil pequenas e médias indústrias brasileiras dos setores de alimentos e bebidas, vestuário e calçados, metalomecânico e moveleiro. No Maranhão, vai atender empresas do setor moveleiro. O objetivo é realizar consultorias com empresas do Arranjo Produtivo Local (APL) “Móveis de São Luís” e da microrregião de Imperatriz.

Movimento de companhias aéreas tem queda de 5,9% no mês de junho, segundo números da Abear

GIRO ECONÔMICO

As companhias aéreas registraram, em junho, queda de 5,9% na demanda por voos domésticos em relação a junho de 2015, considerando o número de bilhetes vendidos, trecho percorrido e descontos de ocupação pela tripulação, cortesia e gratuidades. Foi a décima primeira queda consecutiva, no pior resultado para um mês de junho desde 2012, segundo informou a Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear). 

A oferta estimada - com base no número de assentos disponíveis e distância percorrida - apresentou retração de 6,4%. Já o movimento de passageiros teve baixa de 7% com 6,8 milhões de viagens. Os dados abrangem as empresas Avianca, Azul, Gol e Latam, associadas à Abear e que respondem por 99% do mercado doméstico.

No acumulado do primeiro semestre, houve queda de 6,6% na demanda; de 5,9% na oferta e de 8% no fluxo de passageiros em 43,2 milhões de viagens. A Gol teve uma participação no mercado de 36,42%; a Latam (34,96%); a Azul (17,15%) e a Avianca (11,48%). 

Alimentos - A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) elaborou padrões de qualidade para quatro produtos que poderão ser adquiridos da agricultura familiar pelo governo federal, mas para isto devem obedecer algumas especificações: açúcar mascavo deve ter teor mínimo para sacarose de 90% e o demerara, 96%. Para a rapadura os glicídios devem ser de no mínimo 80% e o máximo de 6% para o teor de cinzas. Já para o polvilho doce é necessário ter amido mínimo de 80% e umidade máxima de 14%. 

Fornecedores - A fim de garantir maior participação das empresas maranhenses como fornecedoras aos empreendimentos locais, o presidente da Federação das Indústrias, Edilson Baldez, e o gerente de Relações Institucionais da Vale, Dorgival Pereira, assinaram terça-feira (19), convênio de renovação da Vale como mantenedora do Programa de Desenvolvimento de Fornecedores (PDF). Na oportunidade, o representante da mineradora entregou um relatório das ações realizadas pela Vale no Maranhão em 2015. 

WhatsApp - Depois da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de liberar o uso do aplicativo de mensagens WhatsApp que fora suspenso pela justiça do Rio de Janeiro em todo o país na tarde terça-feira (19), a empresa disse esperar que os bloqueios não aconteçam novamente. 









Dorgival Pereira (E), pela Vale, e Edilson Baldez, pela Fiema, renovaram convênio para fortalecimento do PDF. Também no registro, o vice-governador Carlos Brandão



Laboratório - A Diagnósticos da América (Dasa) já assumiu o controle administrativo do Laboratório Gaspar, mas pediu um tempo para que os atuais proprietários mantenham o controle técnico, até que seja adequado aos seus padrões. A nova proprietária teria decidido também não mudar o nome da empresa, que conta com 24 unidades distribuídas nos municípios de São Luís, Santa Inês e São José de Ribamar. Embora seus planos fosse uma aposentadoria, Antônio Gaspar aceitou a proposta dos novos donos. 

Ministros - Em pouco mais de dois meses à frente do governo federal, o presidente interino Michel Temer (PMDB-SP) já despachou para o Maranhão dois ministros de áreas estratégicas para o desenvolvimento do estado para dialogarem com a classe empresarial local. O primeiro foi Sarney Filho (PV), do Meio Ambiente, em junho, e o segundo é Marcos Pereira, de Indústria, Comércio Exterior e Serviço, que, a exemplo do primeiro, cumpre agenda na Federação das Indústrias, nesta sexta-feira (22).

TSE autoriza candidatos a prefeito de São Luís gastarem até R$ 3,142 milhões na campanha eleitoral

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) reajustou os valores que podem ser gastos pelos candidatos a prefeito e e vereador na eleição deste ano. Com os novos valores, quem vai disputar a eleição em São Luís, se candidato a prefeito, pode gastar até R$ 3.142.045,97, no primeiro turno, R$ 942.613,79, no segundo. Já o candidato a vereador R$ 442.586,93.

Nos municípios onde o gasto máximo era de R$ 10 mil, passou para R$ 10.803,91, para prefeito, e R$ 10.803,00, para vereador.

Veja os valores fixados pelo TSE para o Maranhão:

1. Açailândia - prefeito (R$ 301.385,43), vereador (R$ - R$ 66.784,81)
2. Afonso Cunha – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ - R$ 10.803,91)
3. Água Doce – prefeito (R$ 138.557,91), vereador (R$ - R$ 16.306,16)
4. Alcântara – prefeito (R$ 137.129,61), vereador (R$ - R$ 10.803,91)
5. Aldeias Altas – prefeito (R$ 221.632,74), vereador (R$ - R$ 37.147,43)
6. Altamira do Maranhão – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ - R$ 10.803,91)
7. Alto Alegre do Maranhão – prefeito (R$ 168.451,14), vereador (R$ - R$ 16.528,54)
8. Alto Alegre do Pindaré – prefeito (R$ 312.501,75 R$), vereador (R$ 10.803,91)
9. Alto Parnaíba – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ - R$ 10.803,91)
10. Amapá do Maranhão – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ - R$ 10.803,91)
11. Amarante do Maranhão – prefeito (R$ 153.065,39 R$), vereador (R$ 10.803,91)
12. Anajatuba – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ - R$ 16.554,29)
13. Anapaurus – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 25.555,51)
14. Apicum-Açu – prefeito (R$ 222.399,20), vereador (R$ - R$ 10.803,91)
15. Araguanã – prefeito (R$ 198.033,51), vereador (R$ - R$ 10.803,91)
16. Araioses – prefeito (R$ 308.064,50 R$), vereador (R$ 10.803,91)
17. Arame – prefeito (R$ 193.342,50), vereador (R$ - R$ 30.571,13)
18. Arari – prefeito (R$ 408.402,32), vereador (R$ - R$ 10.803,91)
19. Axixá – prefeito (R$ 108.039,06), prefeito (R$ - R$ 10.803,91)
20. Bacabal – prefeito (R$ 298.890,91), vereador (R$ - R$ 61.292,07)
21. Bacabeira – prefeito (R$ 254.718,85), vereador (R$ - R$ 10.803,91)
22. Bacuri – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ - R$ 10.803,91)
23. Bacurituba – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ - R$ 10.803,91)
24. Balsas – prefeito (R$ 650.026,51), vereador (R$ - R$ 41.572,99)
25. Barão do Grajaú – prefeito (R$ 145.284,29), vereador (R$ - R$ 10.803,91)
26. Barra do Corda – prefeito (R$ 222.178,15), vereador (R$ - R$ 37.921,31)
27. Barreirinhas – prefeito (R$ 412.274,31), vereador (R$ - R$ 21.863,27)
28. Bela Vista – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 10.803,91)
29. Belágua – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ - R$ 10.803,91)
30. Benedito Leite – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ - R$ 10.803,91)
31. Bequimão – prefeito (R$ 143.539,18), vereador (R$ - R$ 19.762,15)
32. Bernardo do Mearim – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ - R$ 10.803,91)
33. Boa Vista do Gurupi – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ - R$ 10.803,91)
34. Bom Jardim – prefeito (R$ 431.647,51), vereador (R$ - R$ 10.803,91)
35. Bom Jesus das Selvas – prefeito (R$ 567.427,19), vereador (R$ - R$ 10.803,91)
36. Bom Lugar – prefeito (R$ 185.717,04), vereador (R$ - R$ 10.803,91)
37. Brejo – prefeito (R$ R$ 108.039,06 ), vereador (R$ - R$ 10.803,91)
38. Brejo de Areia – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ - R$ 10.803,91)
39. Buriti – prefeito (R$ 190.911,80), vereador (R$ - R$ 19.363,28)
40. Buriti Bravo – prefeito (R$ 192.237,64), vereador (R$ - R$ 10.803,91)
41. Buriticupu – prefeito (R$ 236.891,15), vereador (R$ - R$ 92.031,74)
42. Buritirana – prefeito (R$ 150.769,75), vereador (R$ - R$ 18.052,42)
43. Cachoeira Grande – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ - R$ 10.803,91)
44. Campestre do Maranhão – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ - R$ 16.859,95)
45. Cajari – prefeito (R$ 176.404,32), vereador (R$ - R$ 10.803,91)
46. Campestre do Maranhão – prefeito (R$ 248.246,21), vereador (R$ - R$ 21.073,98)
47. Cândido Mendes – prefeito (R$ 180.190,36), vereador (R$ - R$ 10.803,91)
48. Cantanhede – prefeito (R$ 235.365,67), vereador (R$ - R$ 10.803,91)
49. Capinzal do Norte – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ - R$ 10.803,91)
50. Carolina – prefeito (R$ 186.870,32), vereador (R$ - R$ 10.803,91)
51. Carutapera – prefeito (R$ 143.258,28), vereador (R$ - R$ 10.803,91)
52. Caxias – prefeito (R$ 1.254.212,24), vereador (R$ - R$ 98.419,28)
53. Cedral – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ - R$ 10.803,91)
54. Central do Maranhão – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ - R$ 10.803,91)
55. Centro do Guilherme – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ - R$ 10.803,91)
56. Centro Novo do Maranhão – prefeito (R$ 143.773,27), vereador (R$ - R$ 23.445,67)
57. Chapadinha – prefeito (R$ 1.072.464,70), vereador (R$ - R$ 28.941,92)
58. Cidelândia – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ - R$ 18.693,04)
59. Codó – prefeito (R$ 800.809,50), vereador (R$ - R$ 96.268,63)
60. Coelho Neto – prefeito (R$ 523.220,45), vereador (R$ - R$ 17.434,87)
61. Colina – prefeito (R$ 186.024,08), vereador (R$ - R$ 10.803,91)
62. Conceição do Lago-Açu – prefeito (R$ 146.180,57), vereador (R$ - R$ 15.449,42)
63. Coroatá – prefeito (R$ 1.508.737,16), vereador (R$ - R$ 89.331,37)
64. Cururupu – prefeito (R$ 214.445,31), vereador (R$ - R$ 10.803,91)
65. Davinópolis – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ - R$ 17.097,36)
66. Dom Pedro – prefeito (R$ 310.861,11), vereador (R$ - R$ 10.803,91)
67. Duque Bacelar – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ - R$ 10.803,91)
68. Esperantinópolis – prefeito (R$ 108.039,06 R$), vereador (R$ 10.803,91)
69. Estreito – prefeito (R$ 409.388,24), vereador (R$ - R$ 10.803,91)
70. Feira Nova do Maranhão – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ - R$ 10.803,91)
71. Fernando Falcão – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ - R$ 18.086,12)
72. Formosa da Serra Negra – prefeito (R$ 148.447,42), vereador (R$ - R$ 10.803,91)
73. Fortaleza dos Nogueira – prefeito (R$ 456.669,41), vereador (R$ - R$ 10.803,91)
74. Fortuna – prefeito (R$ 142.334,13), vereador (R$ - R$ 18.653,63)
75. Godofredo Viana – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ - R$ 10.803,91)
76. Gonçalves Dias – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ - R$ 10.803,91)
77. Governador Archer – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ - R$ 18.555,88)
78. Governador Edison Lobão – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ - R$ 10.803,91)
79. Governador Eugênio Barros – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ - R$ 10.803,91)
80. Governador Luiz Rocha – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ - R$ 10.803,91)
81. Governador Newton Bello – prefeito (R$ 146.728,41), vereador (R$ - R$ 10.803,91)
82. Governador Nunes Freire – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ - R$ 10.803,91)
83. Graça Aranha – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ - R$ 10.803,91)
84. Grajaú – prefeito (R$ 285.060,86), vereador (R$ - R$ 21.990,15)
85. Guimarães – prefeito (R$ 400.830,09), vereador (R$ 22.286,44)
86. Humberto de Campos – prefeito (R$ 172.486,53), vereador (R$ - R$ 23.427,50)
87. Icatu – prefeito (R$ 200.795,68), vereador (R$ 17.649,10)
88. Igarapé Grande – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 10.803,91)
89. Igarapé Grande – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 10.803,91)
90. Imperatriz – prefeito (R$ 1.355.242,39), vereador (R$ - R$ 145.883,24)
91. Itaipava do Grajaú – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ - R$ 10.803,91)
92. Itapecuru-Mirim – prefeito (R$ 314.399,50), vereador (R$ 18.021,52)
93. Itinga do Maranhão – prefeito (R$ 502.344,11), vereador (R$ 25.343,98)
94. Jatobá – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 10.803,91)
95. Jenipapo dos Vieira – prefeito (R$ 158.991,35), vereador (R$ - R$ 10.803,91)
96. João Lisboa – prefeito (R$ 153.328,55), vereador (R$ 28.137,33)
97. Joselândia – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ - R$ 10.803,91)
98. Junco do Maranhão – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 10.803,91)
99. Lago da Pedra – prefeito (R$ 438.020,15), vereador (R$ 17.097,36)
100. Lago do Junco – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ - R$ 10.803,91)
101. Lago dos Rodrigues – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 10.803,91)
102. Lago Verde – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 16.668,52)
103. Lagoa do Mato – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 10.803,91)
104. Lagoa Grande do Maranhão – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 10.803,91)
105. Lajeado Novo – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 10.803,91)
106. Lima Campos – prefeito (R$ 334.269,33), vereador – (R$ 14.268,77)
107. Loreto – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 10.803,91)
108. Luiz Domingues – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 10.803,91)
109. Magalhães de Almeida – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 10.803,91)
110. Maracaçumé – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 10.803,91)
111. Marajá do Sena – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 10.803,91)
112. Maranhãozinho – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 10.803,91)
113. Mata Roma – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 10.803,91)
114. Matinha – prefeito (R$ 182.135,55), vereador (R$ 10.803,91)
115. Matões – prefeito (R$ 171.140,73), vereador (R$ 13.993,43)
116. Matões do Norte – prefeito (R$ 226.217,00), vereador (R$ 10.803,91)
117. Milagres do Maranhão – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ - R$ 10.803,91)
118. Mirador – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 13.592,68)
119. Miranda do Norte – prefeito (R$ 307.922,91), vereador (R$ 10.803,91)
120. Mirinzal – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 14.224,70)
121. Monção – prefeito (R$ 179.100,66), vereador (R$ - R$ 10.803,91)
122. Montes Altos – prefeito (R$ 171.741,40), vereador (R$ 10.803,91)
123. Morros – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 17.090,81)
124. Nina Rodrigues – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ - R$ 10.803,91)
125. Nova Colinas – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 10.803,91)
126. Nova Iorque – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 10.803,91)
127. Nova Olinda do Maranhão – prefeito (R$ 215.676,95), vereador (R$ 10.803,91)
128. Olho d´Água das Cunhãs – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 10.803,91)
129. Nova Olinda do Maranhão – prefeito (R$ 139.168,01), vereador (R$ 10.803,91)
130. Paço do Lumiar – prefeito (R$ 528.060,07), vereador (R$ 78.021,52)
131. Palmeirândia – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 14.404,95)
132. Paraibano – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 13.946,95)
133. Parnarama – prefeito (R$ 139.917,46), vereador (R$ 18.185,38)
134. Passagem Franca – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 10.803,91)
135. Pastos Bons – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 10.803,91)
136. Paulino Neves – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 10.803,91)
137. Paulo Ramos – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 10.803,91)
138. Pedreiras – prefeito (R$ 334.438,81), vereador (R$ 24.977,69)
139. Pedro do Rosário – prefeito (R$ 429.917,98), vereador (R$ 23.524,70)
140. Penalva – prefeito (R$ 232.555,76), vereador (R$ 27.943,79)
141. Peri-Mirim – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 10.803,91)
142. Peritoró – prefeito (R$ 486.470,18), vereador (R$ 10.803,91)
143. Pindaré-Mirim – prefeito (R$ 533.944,68), vereador (R$ 50.952,46)
144. Pinheiro – vereador (R$ 644.943,18), vereador ( R$ 22.003,72)
145. Pio XII – prefeito (R$ 187.740,92), vereador (R$ 28.984,15)
146. Pirapemas – prefeito (R$ 150.382,19), vereador (R$ 18.940,06)
147. Poção de Pedras – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 10.803,91)
148. Porto Franco – prefeito (R$ 227.660,90), vereador (R$ 10.803,91)
149. Porto Rico do Maranhão – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 10.803,91)
150. Presidente Dutra – prefeito (R$ 183.961,35), vereador (R$ 14.044,93)
151. Presidente Juscelino – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 10.803,91)
152. Presidente Médici – prefeito (R$ 139.325,29), vereador (R$ 10.803,91)
153. Presidente Sarney – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 10.803,91)
154. Presidente Vargas – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 10.803,91)
155. Primeira Cruz – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ - R$ 10.803,91)
156. Raposa – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 36.995,64)
157. Riachão – prefeito (R$ 193.527,50), vereador (R$ 31.053,58)
158. Ribamar Fiquene – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ - R$ 10.803,91)
159. Rosário – prefeito (R$ 143.305,09), vereador (R$ 16.746,24)
160. Sambaíba – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 10.803,91)
161. Santa Filomena – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 16.909,65)
162. Santa Helena – prefeito (R$ 142.931,39), vereador (R$ 10.803,91)
163. Santa Inês – prefeito (R$ 759.620,97), vereador (R$ 34.925,06)
164. Santa Luzia – prefeito (R$ 689.399,64), vereador (R$ 26.486,87)
165. Santa Luzia do Paruá – prefeito (R$ 217.204,84), vereador (R$ 16.961,13)
166. Santa Quitéria do Maranhão – prefeito (R$ 145.017,69), vereador (R$ 10.803,91)
167. Santa Rita – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 10.803,91)
168. Santana do Maranhão – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 14.391,36)
169. Santo Amaro do Maranhão – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ - R$ 10.803,91)
170. Santo Antônio dos Lopes – prefeito (R$ 211.658,30), vereador (R$ 10.803,91)
171. São Benedito do Rio Preto – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 10.803,91)
172. São Bento – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 10.803,91)
173. São Bernardo do Maranhão – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 10.803,91)
174. São Domingos do Maranhão – prefeito (R$ 207.282,47), vereador (R$ 10.803,91)
175. São Domingos – prefeito (R$ 332.755,29), vereador (R$ 29.822,07)
176. São Félix de Balsas – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 10.803,91)
177. São Francisco do Brejão – prefeito (R$ 251.066,06), vereador (R$ 10.803,91)
178. São Francisco do Maranhão – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 10.803,91)
179. São João Batista – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 14.302,70)
180. São João do Caru – prefeito (R$ 186.797,57), vereador (R$ 10.803,91)
181. São João do Paraíso – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 10.803,91)
182. São João do Soter – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 20.735,85)
183. São João dos Patos – prefeito (R$ 307.114,33), vereador (R$ 41.815,88)
184. São José de Ribamar – prefeito (R$ 823.354,99), vereador (R$ 92.841,72)
185. São José dos Basílios – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 10.803,91)
186. São Luís – prefeito (1º turno R$ 3.142.045,97 e 2º turno R$ 942.613,79), vereador (R$ 442.586,93)
187. São Luis Gonzaga – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 10.803,91)
188. São Mateus do Maranhão – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 21.020,58)
189. São Pedro da Água Branca – prefeito (R$ 385.436,86), vereador (R$ 10.803,91)
190. São Pedro dos Crentes – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 10.803,91)
191. São Raimundo das Mangabeiras – prefeito (R$ 277.236,40), vereador (R$ 10.803,91)
192. São Raimundo do Doza Bezerra – prefeito (R$ 233.206,70), vereador (R$ 16.034,63)
193. São Roberto – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 17.790,24)
194. São Vicente Ferrer – prefeito(R$ 108.039,06), vereador (R$ 10.803,91)
195. Satubinha – prefeita (R$ 318.913,54), vereador (R$ 10.803,91)
196. Senador Alexandre Costa – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 10.803,91)
197. Senador La Roque – prefeito (R$ 148.053,87), vereador (R$ 27.972,26)
198. Serrano do Maranhão – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 10.803,91)
199. Sítio Novo – prefeito (R$ 232.350,42), vereador (R$ 10.803,91)
200. Sucupira do Norte – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 10.803,91)
201. Sucupira do Riachão – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 10.803,91)
202. Tasso Fragoso – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 10.803,91)
203. Timbiras – prefeito (R$ 320.411,67), vereador (R$ 18.737,25)
204. Timon – prefeito (R$ 1.197.588,31), vereador (R$ 131.149,68)
205. Trizidela do Vale – prefeito (R$ 153.913,29), vereador (R$ 15.744,37)
206. Tufilândia – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 10.803,91)
207. Tuntum – prefeito (R$ 698.519,95), vereador (R$ 27.518,70)
208. Turiaçu – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 10.803,91)
209. Turilândia – prefeito (R$ 154.655,28), vereador (R$ 10.803,91)
210. Tutóia – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 33.046,78)
211. Urbano Santos – prefeito (R$ 135.497,67), vereador (R$ 18.726,57)
212. Vargem Grande – prefeito (R$ 108.039,06), vereador (R$ 29.278,23)
213. Viana – prefeito (R$ 313.983,89), vereador (R$ 10.803,91)
214. Vila Nova dos Martírios – prefeito (R$ 155.261,82), vereador (R$ 10.803,91)
215. Vitória do Mearim – prefeito (R$ 133.866,91), vereador (R$ 10.803,91)
216. Vitorino Freire – prefeito (R$ 215.763,15), vereador (R$ 10.803,91)
217. Zé Doca – prefeito (R$ 386.398,80), vereador (R$ 27.581,43)

20 de jul de 2016

Associação dos Criadores ameaça levar disputa sobre o Parque Independência para o Superior Tribunal de Justiça

Embora não tenha sido confirmado pelo seu presidente, José Assub Neto, a Associação dos Criadores do Maranhão (Ascem) poderá recorrer ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) da medida tomada pelo desembargador Guerreiro Júnior, do Tribunal de Justiça do Maranhão, que julgou improcedente a ação da entidade para não devolver ao Governo do Estado, antes do encerramento do comodato, o Parque Independência, que ela administra  desde 1992, quando Edison Lobão era governador, acordo que foi ratificado em 2009 pela ex-governadora Roseana Sarney e cuja validade se estende até 2026.

Caso seja juntado à ação um pedido de suspensão imediata da decisão do TJ-MA, o Governo não poderá assumir o parque até que haja um julgamento na instância superior, e assim pode ficar prejudicado o projeto de construção das unidades habitacionais para servidores estaduais no imóvel.

A Ascem alega que vinha cumprindo rigorosamente o contrato, mas em março deste ano foi pedida a devolução do imóvel, e somente em abril foi publicada no Diário Oficial uma decisão da Secretaria de Gestão e Previdência, alegando que houve descumprimento do contrato, além de terem sido alegados vícios, sendo que até hoje as falhas que o governo alega existirem não foram apresentadas para as devidas contestações ou reconhecimento.

Segundo um advogado ouvido pelo blog, sempre que há um contrato em vigência, como é este do Parque Independência, e uma das partes rompe unilateralmente, a outro pode pedir ressarcimento das perdas. A Associação dos Criadores, além da construção de sua sede, promoveu melhorias no parque (reforma da rede elétrica, asfaltamento das pistas, melhorias de estábulos, construção de uma prédio para leilões etc) todas elas focadas nos eventos que ali se realizavam, já que tinha garantias de que pelo menos por mais dez anos ali ficaria instalada e promoveria a Exposição Agropecuária do Maranhão (Expoema), e isto preciso ser discutido no âmbito do judiciário, em São Luís e em Brasília.

Caixa Econômica Federal vai financiar apartamentos no valor de até R$ 3 milhões a partir de segunda-feira, 25

GIRO ECONÔMICO

A partir da próxima segunda-feira (25), mutuários da Caixa Econômica Federal poderão financiar imóveis de até R$ 3 milhões, o dobro do limite de financiamento em vigor, que é de R$ 1,5 milhão, sem emprestar dinheiro do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). 

Além de aumentar o limite de crédito, a Caixa anunciou que passará a financiar uma parcela maior do valor dos imóveis por meio do SFI. A cota de financiamento para imóveis usados subiu de 60% para 70% do valor total. Para a compra de imóvel novo, construção em terreno próprio, aquisição de terrenos e reforma ou ampliação, a cota passou de 70% para 80%.

Nas operações contratadas com interveniente quitante, nas quais haverá quitação de financiamento com outra instituição financeira, a cota de financiamento subirá de 50% para 70%. Até o início do ano passado, a Caixa financiava 70% dos imóveis adquiridos pelo SFI. O teto caiu para 40% em maio de 2015 e tinha sido reajustado para 60% em março deste ano.

Ministro - O ministro de Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira, lança, sexta-feira (22), em São Luís, na Federação das Indústrias do Maranhão (Fiema), o Plano Nacional de Cultura Exportadora (PNCE) e o Programa Brasil Mais Produtivo. O ministro desembarcará em São Luís por volta das 14h50, vai direto para a Fiema e retorna a Brasília às 18h. Antes, estava marcada visita a Imperatriz, onde faria lançamento de uma indústria de papel da Suzano, mas a empresa cancelou o evento.

Olimpíada - O mercado para colecionadores de plantão está aberto. As mais de 40 modalidades esportivas que serão disputadas nos Jogos Olímpicos Rio 2016 estão representadas em diversos cartões pré-pagos temáticos da Visa emitidos pela Brasil Pré-Pagos. Todos os modelos podem ser carregados em reais e utilizados nas compras do dia a dia em milhões estabelecimentos comerciais no Brasil e no mundo que aceitam a bandeira.

Aeroporto - No Aeroporto Marechal Hugo da Cunha Machado as filas ainda não incomodam depois de adotados novos procedimentos para fiscalizar passageiros no momento do embarque, isto porque o movimento de pessoas tem sido muito pequeno.


Reeleito presidente do Instituto Histórico e Geográfico do Maranhão (IHGM), Euges Lima (terceiro à esquerda) com a nova diretoria do órgão. Também no registro, o advogado João Batista Ericeira



Eleição - Foi realizada sexta-feira (15) a eleição da nova diretoria do Instituto Histórico e Geográfico do Maranhão (IHGM). O presidente Euges Lima foi reeleito e os demais diretores são José Augusto Oliveira (vice), Raimundo Nonato Guilhermino, Maria Goretti de Carvalho, Josiel Ribeiro Ferreira, Antônio Guimarães de Oliveira, Francarlos Diniz Ribeiro e Joseh Carlos Araújo. Para o Conselho Fiscal, foram eleitos Arthur Almada Lima Filho, Ronald Pereira dos Santos e Raul Eduardo Vieira da Silva, que têm como suplentes, João Batista Ericeira, Josefa Ribeiro e Célio Githay Vaz Sardinha.

Televisão - A Sky, maior operadora de TV por assinatura via satélite do País, pretende ampliar sua presença nas redes de varejo. Pioneira no lançamento da modalidade de TV pré-paga, a empresa quer aumentar o número de lojas em que o SKY Pré-Pago será comercializado. Atualmente a operadora está presente em mais de 3 mil endereços físicos para venda dos serviços, e a expectativa é alcançar 10 mil até 2017. A SKY também vende seus produtos em 10 sites de e-commerce, além de revendedores credenciados.