22 de jul de 2016

Presidente da OAB-MA, Thiago Diaz, contrata auditoria externa para analisar contas rejeitadas do antecessor

O Conselho Seccional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MA) decidiu, em reunião realizada na noite desta quinta-feira (21) reprovar as contas referentes ao ano de 2015 da gestão do ex-presidente Mário Macieira (foto).

O Conselho determinou, na reunião de junho, a contratação de uma auditoria independente para uma análise minuciosa dos fatos. O resultado encontrado pelos profissionais em Contabilidade, devidamente qualificados e aptos ao trabalho, confirmou irregularidades, tais como: gastos superiores à arrecadação; acréscimo acentuado de despesas, acima do limite permitido em cerca de 46%, no segundo semestre de 2015; término da gestão sem deixar o fluxo de caixa (reserva de contingência) determinado pelo Conselho Federal da OAB para o pagamento das contas ordinárias pela gestão seguinte; e pagamento desordenado de obras sem a devida comprovação de sua realização.

"A reunião contou com a presença de ex-diretores, entretanto os argumentos apresentados por eles não convenceram os conselheiros estaduais que votaram pela rejeição das contas", disse nota da assessoria de imprensa da entidade.

Nenhum comentário: