29 de ago de 2016

Michel Temer e Lula investem em senadores do Maranhão para garantir votos contra e a favor impeachment

João Alberto estava fora de Brasília, mas garantiu ser pró-impeachment
O ex-presidente Lula, segundo informou a Globo News na tarde desta segunda-feira (29), teria procurado no fim de semana os senadores maranhenses Edison Lobão (PMDB) e Roberto Rocha (PSB), a fim de tentar atraí-los para o bloco dos que pretendem votar contra o impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff (PT) marcado para esta quarta-feira (31), mas a ação teria sido abortada pelo presidente interino Michel Temer (PMDB).

De acordo com a reportagem, tão logo tomou conhecimento dessa investida de Lula, o presidente Temer teria caído em campo para conversar com ambos e pelo menos um deles, Roberto Rocha, teria ido conversar pessoalmente, e nessa conversa garantiu que iria manter os votos dados nas duas votações do Senado, a da admissibilidade e da apreciação do parecer do relator Antônio Anastasia. Quanto a Lobão, a conversa teria sido por telefone.

Roberto Rocha teria falado pessoalmente comTemer
O presidente interino também alcançou o terceiro membro da marcada maranhense, João Alberto (PMDB), para indagá-lo sobre as intenções de Lula, mas este disse que nem estava em Brasília, sábado e domingo, mas em campanha eleitoral no Maranhão, portanto não teve nenhum contato com o ex-presidente, mas ainda assim teria garantido que seu voto pró-impeachment está mantido.

João Alberto, de fato, até a manhã desta segunda-feira estava em São Luís, tendo passado a manhã toda despachado com aliados na sede do PMDB, no bairro do São Francisco.


Nenhum comentário: