5 de ago de 2016

Pesquisa da ANP mostra a evolução dos preços dos combustíveis de 7% e 17% entre julho de 2015 e de 2016

GIRO ECONÔMICO

Dados da Agência Nacional do Petróleo, Biocombustíveis e Gás Natural (ANP) apontam que os preços do óleo diesel (comum e S-10), da gasolina e do etanol ficaram, respectivamente, 7%, 10% e 17% mais caros em julho de 2016 na comparação com o mesmo período do ano anterior, constatação tirada dos preços nas bombas.

No mês passado, o litro da gasolina estava em R$ 3,64, frente a R$ 3,29 de julho de 2015; o diesel comum passou de R$ 2,80 para R$ 3,01; o S-10 saltou de R$ 2,95 para R$ 3,16; e o etanol, que teve o acréscimo mais expressivo, fechou o mês passado a R$ 2,45, contra a média de R$ 2,08 cobrada em julho de 2015. A boa notícia é para motoristas de veículos de passeio é que, ao longo deste ano, houve uma leve redução nos preços.

Para se ter uma ideia, em março deste ano a média da gasolina chegou a R$ 3,73 e a do etanol a R$ 2,86. Já o diesel se manteve estável ao longo dos primeiros sete meses deste ano. O comum oscilou entre R$ 3 e R$ 3,02 e o S-10 variou de R$ 3,14 a R$ 3,16.

Milho - O governo federal vai liberar a venda direta de 50 mil toneladas de milho, na próxima terça-feira (09), destinado a criadores de aves e suínos que utilizam o produto na ração animal. O edital já está publicado no site da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) – www.conab.gov.br. Esse é o primeiro lote das 500 mil toneladas liberadas pelo Conselho Interministerial de Estoques Públicos (Ciep), por meio de resolução publicada em junho, para regulação de mercado.

Postagem - Nesta sexta-feira (05) encerra o prazo para que os partidos políticos façam convenções partidárias a fim de definir coligações e candidatos que vão concorrer às eleições municipais de outubro. Desde quarta-feira (03), porém, está assegurada aos partidos a prioridade postal para que possam enviar material de propaganda. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), até dia 15, o envio só pode ser feito entre órgãos partidários. Somente a partir do dia 16 o material poderá ser voltado a eleitores.

Domésticas - O prazo para o empregador doméstico pagar o Documento de Arrecadação do eSocial (DAE) referente a julho termina nesta sexta-feira (05). Como o dia 07, tradicionalmente usado como data-limite para o pagamento da guia, cai no domingo, o prazo foi antecipado em dois dias.







Os presidentes da OAB-MA, Thiago Diaz, e da Associação Comercial, Luzia Rezende (ao centro), com diretores da entidade, no primeiro ato da programação de aniversário da entidade, que este mês completa 162 anos

Inflação - Para comemorar seu mês de aniversário, o Walmart, no Maranhão presente com as bandeiras Bompreço e Hiper Bompreço, preparou uma ação única no mercado varejista e traz a Inflação Abaixo Zero, com mais de mil itens, em diversas categorias, com preços menores em relação a agosto do ano passado. Outra novidade é a possibilidade de parcelar compra de eletro em 15 vezes fixas, bazar em 8 vezes fixas e, pela primeira vez, o parcelamento da compra de alimentos no Hipercard em duas vezes sem juros. 

Microempresa - Ainda há tempo da Associação Comercial do Maranhão incluir na programação do debate do próximo dia 17 sobre as MPEs algum membro da Frente Parlamentar da Micro e Pequena Empresa da Assembleia Legislativa, criada no primeiro semestre deste ano e que é presidida pelo deputado Adriano Sarney (PV). Trata-se, afinal de contas, da primeira iniciativa do parlamento para criar uma estrutura para debater os problemas deste segmento produtivo e apontar soluções.

Nenhum comentário: