3 de ago de 2016

Produção industrial maranhense em alta no segundo trimestre, constata pesquisa da Federação das Indústrias

GIRO ECONÔMICO

As notícias ruins começam a perder ritmo. Segundo Sondagem Industrial do Maranhão, da Federação das Indústrias (Fiema), o volume de produção nas empresas do setor no estado apresentou crescimento de 7,8 pontos no mês de junho, fechando em 48,2 pontos, embora permaneça abaixo do nível esperado de 50 pontos. 

De acordo com os números, o crescimento se deve ao acentuado aumento do volume de produção das indústrias de pequeno porte, de 17,4 pontos, marcando 44,6 pontos. As indústrias de médio e grande porte também assinalaram aumento, 2,9 pontos, chegando ao nível de 50 pontos, considerado como um estado de estabilidade da produção. O estudo ainda revelou que o segundo trimestre de 2016 apresentou margem ruim de lucro operacional, fechando abaixo do nível esperado de 50 pontos.

Os entrevistados também listaram os principais problemas enfrentados por quem empreende no Maranhão, sendo a baixa demanda por seus produtos e a elevada carga tributária as principais queixas.

Plenária  - O advogado Thiago Diaz, que preside a seccional maranhense da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MA), abre nesta quarta-feira o ciclo de palestras promovido pela Associação Comercial do Maranhão, como parte da programação para comemorar os seus 162 anos de existência. Ele vai falar, a partir das 19h, sobre o combate ao Caixa 2 e ao financiamento empresarial de campanhas eleitorais, ação que está sendo desenvolvida em parceria com a Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Seca - O Ministério da Integração Nacional autorizou a abertura de crédito extraordinário no valor de R$ 789.947.044,00 para as ações emergenciais coordenadas pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec) no Nordeste. Os projetos foram definidos como prioridade pelos governos de oito estados: Alagoas, Bahia, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe. O socorro virá com fornecimento de carros pipas, perfuração de poços e outras iniciativas de combate à seca.

Curso da Abav - Nos dias 23 e 24 deste mês, sempre no horário das 18h às 22h, a Associação Brasileira das Agências de Viagens (Abav) estará realizando em São Luís o curso Marketing Digital não é só Facebook, que será ministrado por Fred Perillo.



Thiago Diaz (E) profere palestra nesta quarta-feira na Associação Comercial. No registro, com a presidente da entidade, Luzia Rezende; a corregedora de Justiça, Anildes Cruz; o presidente do Tribunal de Justiça, Cleones Cunha; e o advogado Ivaldo Prado (consultor jurídico da ACM)


Incêndios - Levantamento divulgado pela Confederação Nacional de Transportes (CNT), com base em números da Associação Nacional de Transportes Urbanos (NTU), aponta que nos sete primeiros meses deste ano foram incendiados no Brasil, por atos de vandalismo, 180 ônibus (mais de uma dezena deles em São Luís), sendo que a reposição da frota representa despesa de R$ 29 milhões. De 2004 até julho de 2016, foram 1,7 mil ônibus incendiados, o que corresponde a um prejuízo de R$ 1 bilhão para as empresas do setor

Confecção  - Dez municípios - Amapá do Maranhão, Serrano, Centro Novo, Cajari, Pedro do Rosário, Brejo da Areia, Conceição do Lago Açu, Lagoa Grande, Marajá do Sena e Satubinha – foram escolhidos para implantação de um para criação de polos de confecções no Maranhão, desenvolvido pela Secretaria de Indústria e Comércio (Seinc). Na primeira fase, serão identificadas dinâmicas socioeconômicas, depois vem a seleção de futuros empreendedores e por último a formação das carteiras de clientes.

Nenhum comentário: