18 de set de 2016

Presidente do Sebrae Nacional diz que terceirização de empresas não ameaça geração de empregos

GIRO ECONÔMICO

O presidente do Sebrae Nacional, Guilherme Afif Domingos, saiu em defesa de um dos temas mais polêmicos entre as lideranças de trabalhadores, a terceirização de atividades empresariais, que, segundo ele, não representa a precarização do emprego, mas a possibilidade de ampliar a oferta de vagas no mercado de trabalho. 

Afif defendeu também a contratação part-time (tempo parcial) de trabalhadores, formato que possibilitaria a contratação de mão-de-obra por um número de horas diárias menor, conforme negociação com o trabalhador. As declarações foram dadas após encontro dele com o ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, no Palácio do Planalto.

“Para nós, a terceirização, no curto prazo, ajuda muito no processo de geração de emprego. É um fator de geração de emprego. Não é de precarização do emprego, porque precarização é falta de emprego. Temos de buscar formas de facilitar a geração de emprego e renda”, disse ele após o encontro.

Distrito - O que no começo eram palhoças está se transformando num bairro estruturado, a Vila Maracujá II, como pode ser chamada a invasão de terrenos no Módulo I do Distrito Industrial de São Luís. No lugar de casebres, já estão sendo construídas casas de alvenaria, com cobertura de telhas, o que dá uma dimensão de que não se tratava de ocupação por parte de quem não tinha onde morar, mas sim de quem estava a serviço de outro desejoso em adquirir terreno em área que pode ser considerada nobre.

Poupança - O Banco do Brasil criou um diferencial na poupança, chamado de Poupança dos Sonhos, que de maneira lúdica permite a construção de vínculo entre recursos aplicados e objetivos de vida dos poupadores, incentivando o hábito de poupar e o planejamento financeiro. Com a ferramenta, é possível separar valores aplicados na Poupança em cofrinhos virtuais, escolher uma categoria de objetivos para guardá-los e atribuir a cada cofrinho um nome ou expressão que mais combine com o sonho que se pretende.

Reclamações - A Caixa Econômica Federal liderou o ranking de reclamações de clientes nos meses de julho e agosto, segundo o Banco Central (BC). A Caixa recebeu nesse período 1.364 reclamações, que foram consideradas procedentes pelo BC, no ranking com nova metodologia.





No estande da Federação das Indústrias, na Feira do Comércio e Indústrias de Imperatriz (Fecoimp), o governador conferiu uma mostra de robotica por alunos do Serviço Social da Indústria (Sesi)



Debate - Em nível nacional, já ficou caracterizado que quem abre a série de debates na TV com candidatos, seja a prefeito, governador ou presidente, é a Bandeirantes, o que este ano não foi seguido pela sua filiada, a TV Maranhense, mas em São Luís quem dá o ponta-pé inicial é a TV Guará, que programou para quinta-feira (22) um debate com seis dos nove concorrentes à sucessão de Edivaldo Holanda Júnior: o próprio prefeito, Wellington do Curso, Eliziane Gama, Eduardo Braide, Rose Sales e Fábio Câmara.

Encontro - Não se descarta a realização de um segundo encontro das classes empresariais com candidatos a prefeito de São Luís, caso haja segundo turno, pois o confronto de ideias de apenas dois dará aos empresários a exata dimensão do que poderá ocorrer na capital nos próximos quatro anos, levando-se em conta que um dos participantes vai governar o município. Outro fato que contribuiu para a possível segunda rodada é o fato de o prefeito Edivaldo Holanda não ter participado do primeiro, por motivos de saúde.

Nenhum comentário: