28 de out de 2016

Ligações interurbanas em 21 municípios maranhenses passam a ser gratuitas a partir da próxima terça-feira

GIRO ECONÔMICO

A partir do próximo domingo (30), as chamadas de telefones fixos entre 587 municípios vizinhos deixarão de ser cobradas como interurbanas e terão a mesma tarifa das chamadas locais. A estimativa da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) é que a mudança resulte em redução de 60% no custo da ligação. A queda de preços beneficiará consumidores de 281 municípios da Região Sul; 199 do Nordeste; 69 do Sudeste; e 38 do Norte. 

As alterações do regulamento sobre áreas locais para a telefonia fixa foram publicadas em maio e a agência havia dado prazo de 180 dias para entrada em vigor da medida, que vence neste domingo. Saiba quais municípios maranhenses deixarão de pagar interurbanos: 

Área local de São Luís: Alcântara, Axixá, Bacabeira, Cachoeira Grande, Icatu, Morros, Paço do Lumiar, Presidente Juscelino, Raposa, Rosário, Santa Rita, São José de Ribamar, São Luís.  Área local de Imperatriz: Buritirana, Davinópolis, Governador Edison Lobão, Imperatriz, João Lisboa, Montes Altos, Ribamar Fiquene E Senador La Rocque.

Impostos - O governo federal arrecadou R$ 94,770 bilhões em impostos e contribuições em setembro. O resultado representa uma queda real de 8,27% em relação ao mesmo mês de 2015, já descontada a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), indicador oficial utilizado pelo governo. No acumulado do ano, o governo arrecadou R$ 911,951 bilhões de janeiro a setembro de 2016, cifra maior do que ano passado (R$ 901 bilhões). Os números são da Receita Federal.

Vacinação - Preocupada com o andamento da greve dos servidores da Agência de Defesa Agropecuária (Aged), a diretoria da Associação dos Criadores do Maranhão (Ascem) convidou diretores do Sindicato dos Fiscais Agropecuários (Sinfa) para uma reunião segunda-feira (31), véspera da abertura da vacinação contra febre aftosa, para que seja obtidas garantias para que seja realizada uma cobertura vacinal do rebanho maranhense em índice que não coloque em risco a certificação do Maranhão zona livre.

Contratos - Os estabelecimentos comerciais deverão contratar trabalhadores temporários em número bem menor do que nos anos anteriores, conforme expectativa da Federação do Comércio do Maranhão (Fecomércio).











Na apresentação do Jeep Compass, quarta-feira, os executivos da Saga Rafael Corrêa (E), Mara Almeida e Moisés Amorim



Dinheiro - A economia brasileira deverá receber cerca de R$ 197 bilhões com o pagamento do 13º salário, segundo o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), que estima este volume em cerca de 3% do Produto Interno Bruto (PIB. Um valor médio de R$ 2.192 deve ser pago a 84 milhões de trabalhadores. Em comparação com 2015, isto significa crescimento de 8,2% sobre os R$ 182 bilhões pagos ano passado. Considerando apenas os trabalhadores formais ativos, há queda de 3,4%.

Desemprego - O setor da agropecuária foi o que mais contribuiu para que o Maranhão encerrasse setembro com o fechamento de 1.598 postos de trabalho, resultado de 10.684 admissões e 12.684 demissões. Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), o desempenho no estado foi o seguinte: Extrativa Mineral: 17; Indústria de Transformação: -230; Serviços Industriais de Utilidade Pública - SIUP: -1; Construção Civil: -715; Comércio: 238; Serviços: 84; Administração Pública: 3; Agropecuária: -994.


Nenhum comentário: