26 de out de 2016

Mais urgente do que Wi-Fi e aplicativo para ônibus é parada decente para os usuários do transporte coletivo

Quatro anos depois de prometer equipar as paradas de ônibus de São Luís com GPS, para que os usuários do transporte coletivo pudessem saber em qual local da cidade se encontrava o ônibus pretendido e em quanto tempo ele chegaria ao ponto em que se encontrava para poder tomar sua locomoção, o prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT), sem ter conseguido cumprir essa promessa de 2012, bombardeia agora os eleitores na sua propaganda de rádio e TV com duas novas promessas revolucionárias: a instalação de Wi-Fi em todos os ônibus e o lançamento de um aplicativo que vai dar as mesmas informações que seriam transmitidas pelos GPS e que deveriam estar funcionando desde 2013.

Se tivesse o cuidado de circular mais pela cidade que governa e não se baseasse apenas em relatórios de secretários e em textos de marqueteiros contratados a peso de ouro para fazer sua campanha, Sua Excelência o prefeito, certamente já deveria ter chegado à conclusão de que mais urgente para a população de São Luís neste momento seria a criação de paradas de ônibus decentes para que o passageiro pudesse esperar o seu ônibus com o mínimo de conforto e o máximo de segurança.

Na Avenida dos Franceses, a altura da antiga Estação Rodoviária, no bairro da Alemanha, bem em frente ao novo Hospital da Criança em fase de construção, os passageiros aguardam o coletivo sob o sol escaldante do verão e a chuva do inverno porque o único indicativo de que ali é uma parada é a placa pendurada num poste de iluminação pública (veja foto principal).

A pouco quilômetros desta parada, uma outra não oferece o mínimo de acomodação aos passageiros (veja foto ao lado).

Muita gente, com certeza, se entusiasma com essas novas promessas de Edivaldo Holanda, esquecendo até que no inicio da campanha o slogan para justificar o que não feito era "melhor do que prometer é fazer", mas vale alertar que melhor do que embarcar num ônibus e poder do seu interior acessar internet para se divertir, se comunicar e até estudar, como promete o prefeito agora, é o passageiro ter como proteger seu aparelho antes, durante e depois do embarque.

Nenhum comentário: