29 de out de 2016

Movimento de cargas na Estrada de Ferro Carajás ultrapassou a marca de 114 milhões de toneladas

GIRO ECONÔMICO

A Estrada de Ferro Carajás movimentou 114,9 milhões de toneladas de minério de ferro e carga geral, entre janeiro e setembro deste ano, um aumento de 18% em relação a igual período de 2015. O minério de ferro foi o principal produto transportado, totalizando 111,3 Mt. No Terminal Marítimo de Ponta da Madeira (TMPM) foram embarcadas 108,6 milhões de toneladas de produtos entre janeiro e setembro, sendo que 107,6 correspondem ao transporte de ferro, que teve uma produção de 92,1 Mt no terceiro trimestre. 

Deste total, 38,7 Mt foram produzidos no Complexo Minerador de Carajás, em Parauapebas (PA), representando um aumento de 2,2 Mt (5,9%) em relação ao segundo trimestre deste ano. O aumento deveu-se à melhor performance operacional de mina e usina, além da maior utilização de processamento a seco. Para suportar as operações, a Vale desembolsou US$ 343,3 milhões no período.

Pela EFC também circula o Trem de Passageiros, que de janeiro a setembro transportou mais de 220 mil pessoas. O transporte de passageiros oferecido pela Vale atende às populações de 27 municípios, sendo 23 no Maranhão e quatro no Pará. 

Financiamento - A linha de crédito especial que financia táxis com recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) recebeu, quarta-feira (26), R$ 100 milhões para financiamentos, que podem ser emprestados pelo Banco do Brasil para renovação da frota de táxi do País. O recurso é destinado a pessoas físicas, titulares de autorização, permissão ou concessão do Poder Público, devidamente registrado nos órgãos competentes que regulam a atividade de taxista. Apenas um carro pode ser financiado por CPF.

Indústria - O presidente da Federação das Indústrias, Edilson Baldez, passou a semana em São Paulo, onde participou segunda (24), na CNI, do evento Diálogos: os caminhos para a indústria, que reuniu os líderes industriais do país, liderados pelo presidente da entidade, Robson Braga. Na pauta, temas como ambiente de negócios, tributação, relações do trabalho e os caminhos para a indústria. Os resultados da reunião subsidiarão o Mapa Estratégico e Planejamento da Indústria para o próximo ano.

Conciliação - Tribunais de todo o país preparam-se para o esforço concentrado da Justiça, que anualmente busca formas alternativas de solução de conflitos. A 11ª edição da Semana Nacional da Conciliação, coordenada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), será de 21 a 25 de novembro.





O professor Natalino Salgado (D), no registro com o vice-governador Carlos Brandão, passa a Academia Nacional de Medicina, onde assumiu a cadeira que era ocupada por Clementino Fraga, falecido em maio, e que tem como patrono o ex-vice-presidente da República Manoel Vitorino Pereira.


Partido - Não bastasse a quantidade de partidos políticos existentes no Brasil, a maioria deles sustentada pelo Fundo Partidário, ou seja, pela população, os micro e pequenos empresários também resolveram criar o seu, o Inova Brasil, já estando seus pretensos dirigentes a cata de assinaturas para que seja dada entrada no pedido de registro junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Se tudo correr como imaginam as lideranças dessa nova sigla partidária, ela já estará pronta para disputar a eleição de 2018.

Sicoob - O Sistema de Cooperativas de Crédito do Brasil (Sicoob) realiza, dias 17 e 18 de novembro, em Brasília (DF), a terceira edição do Pense Sicoob com o objetivo de despertar uma reflexão sobre o modelo de negócio colaborativo, aproveitando as oportunidades provocadas por esta nova economia, conhecida por contribuir para a formação de um novo mundo, cada vez mais integrado e cooperativo. A programação é focada no cooperativismo de crédito para seja dissipado da melhor maneira.

Nenhum comentário: