20 de out de 2016

Segundo pesquisa da Econométrica, Eduardo Braide é mais rejeitado do que Edivaldo Holanda Júnior

A pesquisa Econométrica sobre as intenções de voto em São Luís, divulgada nesta quinta-feira (20) pelo Jornal Pequeno, não apresenta muita diferença da divulgada semana passada (que chegou a ter o resultado questionado na Justiça), pois a variação dos dois candidatos é inferior a 1%. De acordo com os números, o prefeito e candidato à reeleição, Edivaldo Holanda Júnior (PDT), estaria com 48% contra 43,3% de Eduardo Braide (PMN). Como há uma margem de erro de 3%, isto significa dizer que estariam tecnicamente empatados, pois Edivaldo teria de 45% a 51% e Eduardo, de 40,3% a 46,3%, ou seja o máximo do candidato do PMN seria maior do que o mínimo do pedetista.

De acordo com o instituto, quando são retirados os votos brancos e nulos, o percentual de Edivaldo vai para 52,3% (de 49,3% a 55,3%, segundo a margem do erro) e Eduardo Braide (foto) 47,4% (de 44,4% a 50,4%), ou seja, outro empate técnico.

Ainda de acordo com a Econométrica, Eduardo Braide seria mais rejeitado do que Edivaldo Holanda Júnior, pois os que não votariam nele seriam 40,1%, enquanto a rejeição do prefeito é de 35,3%. O instituto diz que 2,5% não votariam em nenhum deles e 3,3% ainda definiram o voto.

A pesquisa, registrada no Tribunal Regional Eleitoral sob o protocolo MA-07755/2016, foi realizada de 13 a 15 deste mês, portanto semana passada, junto a 1.014 eleitores. Com a margem de erro, a confiança é de 95%.

Nenhum comentário: