7 de nov de 2016

Ação para investigar Roseana tá parecendo ato de Waldir Maranhão para anular impeachment de Dilma Rousseff

Promotor Paulo Barbosa antecipou acordo com Judiciário para receber a
denúncia contra a ex-governadora Roseana Sarney e auxiliares dela
Pela repercussão que vem tendo, tanto na imprensa local quanto nacional, a ação movida pelo Ministério Público para investigar supostos crimes contra o erário público no governo de Roseana Sarney (PMDB) está ficando parecida com aquele parecer jurídico dado ao deputado Waldir Maranhão (PP), que estando no exercício da Presidência da Câmara Federal tentou anular a votação da admissibilidade do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT).

Na ação de Waldir Maranhão não faltaram vozes para suspeitar que a peça por ele apresentada teria sido produzida em São Luís, quando aqui esteve e manteve uma audiência com o governador Flávio Dino (PCdoB). O desfecho dessa ação foi o mais absurdo possível, pois no dia seguinte ao anúncio do presidente interino, o Diário Oficial da Câmara trouxe dois atos de Maranhão: um anulava a votação do impeachment e o outro anulava o seu ato

No caso da investigação do crime fazendário que teria sido cometido por Roseana Sarney, seus ex-secretários de Fazenda Cláudio Trinchão e Akio Wakiyana, ex-procurador geral do Estado, Marcos Lobos, os procuradores do estado Helena Haickel e Ricardo Pestana, além de outros servidores da Receita Estadual, não há quem convença aliados e familiares da ex-governadora de que a peça não passou pelo crivo do Palácio dos Leões antes de vir a público. 

Waldir Maranhão ganhou parecer jurídico para anular impeachment de Dilma
Toda confusão foi criada na coletiva de imprensa do promotor Paulo Roberto Roberto Barbosa Ramos, pois antecipou que havia um acordo do Ministério Público com o Judiciário para que a denúncia fosse aceita e os denunciados investigados. No mesmo dia da entrevista, ele deu entrada com a denúncia na 8ª Vara Criminal da Comarca da Ilha de São Luísa e no dia seguinte a juíza Cristiana de Sousa Ferraz Leire estava com posição tomada a favor da peça acusatória.

Diante de tanta confusão ninguém sabe precisar como vai ser o andamento dessa investigação, se é que ela, diante de tantas suspeitas, se mantenha.

Nenhum comentário: