15 de nov de 2016

Governo da Malásia quer importar bois vivos do Brasil, mas Maranhão está fora das negociações

GIRO ECONÔMICO

O Ministério da Agricultura deverá assinar protocolo sanitário com a Malásia para que o Brasil exporte bovinos vivos destinados ao abate e à reprodução no país asiático e a previsão é que, em até 30 dias, técnicos do governo malaio que visitaram o Pará – principal exportador brasileiro de gado em pé – enviem relatório para viabilizar o início das negociações. 

Dois técnicos do Serviço Veterinário da Malásia (DVS) visitaram o laboratório do Instituto Biológico, em São Paulo, e depois, no Pará, estiveram em quatro propriedades rurais usadas para quarentena antes do embarque de gado vivo. As condições sanitárias do país impressionaram tanto aos malaios que eles também pediram informações sobre a produção de búfalos e ovinos, que podem vir a ser incluídos no protocolo entre os dois países.

Apesar de o Maranhão ter realizado algumas operações de embarques de animais em 2015 e este ano também, quando havia proibição em Vila do Conde, no Pará, o estado não foi visitados pelos malaios, portanto é provável que o estado não participe dessas exportações.

Parceria - Na última sexta-feira (11), o candidato a presidente da Associação Comercial do Maranhão pela chapa Tradição e Desenvolvimento, Felipe Mussalém, visitou a Associação Comercial e Industrial de Imperatriz para estreitar parcerias que fortaleçam as duas entidades de classe. Ele foi recepcionando pelo vice-presidente, Guilherme Maia; pela presidente do Conselho do Jovem Empresário da ACII, Vanessa Murta, e os diretores da ConajeAgro Conjove Marcos Vinícius e Wilson Segundo.

Caixa - De janeiro a setembro, a Caixa Econômica registrou lucro líquido de R$ 3,4 bilhões, dos quais R$ 998,1 milhões no terceiro trimestre. No acumulado do ano, o resultado operacional avançou 8,7%, totalizando R$ 1,6 bilhão, graças ao aumento do relacionamento com clientes, controle da qualidade da carteira de crédito e a racionalização das despesas. A margem financeira gerencial totalizou R$ 35,2 bilhões no ano, influenciada pela evolução de 10,1% nas operações de crédito e 3,1% nas despesas de captação. 

Safra - A chegada das primeiras chuvas no sul do estado, produtores agrícolas aumentam otimismo quanto a uma supersafra de grãos este ano, principalmente de soja, que deve praticamente dobrar, conforme estimativa de safra da Conab. 








Felipe Mussalém (segundo à esquerda) foi recebido pela diretoria da ACII com quem debateu futuras parcerias com a Associação Comercial do Maranhão, caso seja eleito presidente


Comércio - Os estabelecimentos comerciais que tencionarem abrir as portas nesta terça-feira (150, feriado da Proclamação da República, podem estender o funcionamento até às 14h, mas terão obrigações extras com os empregados, como, por exemplo, hora extra dobrada e ainda uma gratificação de R$ 30,00, que deve ser paga ao final do expediente, em dinheiro. Já os supermercados vão funcionar normalmente até às 22h. É o que estabelece a convenção coletiva de trabalho firmada entre patrões e empregados.

Duplicação - Apesar das garantias do superintende do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit), Gerardo Fernandes, dê dado garantias de que as pessoas interessadas em passar as festas de fim de ano fora de São Luís e os turistas que viriam para a capital com este objetivo encontrariam a BR 135 duplicada, quem passa pelo local percebe que ainda vai demorar muito para que isto ocorra. No Campo de Perizes, por exemplo, ainda estão sendo feitas as obras de deslocamento da ferrovia da CFN e a nova pista rodoviária sequer recebeu asfalto.

Nenhum comentário: