26 de nov de 2016

Comércio registra saldo positivo na geração de empregos em outubro, segundo números divulgados pelo Caged

Os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), relativo ao mês de outubro, divulgados pelo Ministério do Trabalho nesta quinta-feira (24), mostram que o mercado de trabalho perdeu, no país, 74.748 empregos com carteira assinada no período, número bem inferior ao registrado no mesmo mês de 2015, quando foram registrados 169.131 vagas a menos no país. Em relação ao mês anterior houve um recuo de 0,30% no estoque de empregos formais, que alcançou 38.941.234. Esse resultado originou-se de 1.104.431 admissões e de 1.179.179 desligamentos.

A região Sul apresentou no mês saldo positivo de 3.266 vagas de trabalho, impulsionado pela geração de postos no Rio Grande do Sul, com saldo positivo de 2.386 empregos e Santa Catarina, que gerou 1.267 vagas. O emprego também cresceu nos estados de Alagoas (5.832) e Sergipe (1.932). Nos outros estados houve queda na geração de postos de trabalho, assim como nas outras regiões do país. No Sudeste, onde houve a maior queda, foram perdidos 50.274 postos no mês.

No Maranhão também se confirmou a recuperação do emprego no setor comercial, que teve saldo positivo inferior apenas que a agropecuária. O saldo negativo no estado foi puxado pela indústria de transformação com 1.442 postos desativados. Também tiveram saldo negativo os Serviços Industriais de Utilidade Pública (SIUP), com -1, e a construção civil, com -293. Os saldos positivos foram gerados pela administração pública (06), extração mineral (07), serviços (331), comércio (449) e agropecuária (533).

Nenhum comentário: