31 de dez de 2016

Com problemas de seca e estiagem, 12 prefeitos vão tomar posse com os municípios em estado de emergência

GIRO ECONÔMICO

O tema ainda não mereceu a devida atenção da classe política, apesar de sua gravidade, mas o certo é que o Maranhão entra em 2017 com 12 municípios em estado de emergência, por causa da seca e da estiagem. São eles: Balsas, Chapadinha, Duque Bacelar, Formosa da Serra Negra, Gonçalves Dias, Governador Eugênio Barros, Governador Luiz Rocha, Graça Aranha, Matões, Paraibano, Pastos Bons, São Domingos do Maranhão, São João dos Patos, Sítio Novo, Timon e Tufilândia. 

Esse número preocupa porque, pelo menos dois deles – Balsas e Chapadinha – são tradicionais produtores de grãos e caso não haja mudança climática, a safra agrícola de 2017 pode ser novamente afetada, a exemplo do que ocorreu este ano, quando se registrou uma queda de 47% na colheita agrícola.

Esses municípios estão sendo socorridos por ações do governo federal, que já liberou recursos para contratação de carros-pipa a fim de garantir água nos povoados mais afetados, em oito deles, mas outras ações são aguardadas.

Supermercados - Em dezembro, o setor supermercadista apresentou retração de 7% em unidades vendidas em relação ao mesmo período de 2015, segundo levantamento da NeoGrid/Nielsen, que reuniu informações de mais de cem redes de varejos de todo o Brasil. A redução nas vendas tem relação com a economia mais retraída, o que gerou uma confiança menor do varejo e da indústria. Outro fator é o calendário, pois em 2015, 24 de dezembro foi quinta-feira, ou seja, um feriado prolongado de quatro dias, e este ano foi num sábado.

Salário - O governo federal anunciou o reajuste do salário mínimo de R$ 880 para R$ 937 em 2017. O novo valor passa a vigorar a partir deste domingo (1º de janeiro). O Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão informa que o reajuste significa um aumento de R$ 38,6 bilhões da massa salarial em 20no próximo ano. Esse valor representa 0,62% do Produto Interno Bruto (PIB) e, segundo o governo, terá “efeitos positivos na retomada do consumo e do crescimento econômico ao longo do ano”.

Enxugamento - O deputado Edivaldo Holanda (PTC) deixou muitos políticos em busca de cargos na Prefeitura de São Luís em estado de desespero, pois, segundo ele, o prefeito Edivaldo Holanda Júnior vai fundir e até extinguir alguns cargos, ou seja, a oferta será menor.




O deputado Eduardo Braide (C) foi homenageado pela Apae Maranhão pelo apoio dado à instituição por meio de emendas parlamentares que destinaram recursos para fortalecer sua atuação em favor de crianças especiais


Jornalismo - A edição de 2017 do Prêmio Banco do Nordeste de Jornalismo em Desenvolvimento Regional está com inscrições abertas até o dia 3 de março. Ao todo, serão R$ 183 mil em prêmios distribuídos em nove categorias. O Grande Prêmio Nacional será temático e premiará trabalhos que abordem o tema “Inovação no Nordeste”. O objetivo é estimular o debate e sensibilizar a sociedade para o reconhecimento de ações inovadoras capazes de promover o desenvolvimento regional com sustentabilidade.

Conab - A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) atualizou os preços de referência de 27 produtos amparados pelo Programa de Garantia de Preços para a Agricultura Familiar (PGPAF). Os novos valores entram em vigor no dia 10 de janeiro próximo e valem até 18 de janeiro de 2018. Sempre que o valor de mercado de algum dos 27 produtos ficar abaixo do preço de referência, o agricultor tem direito a bônus para desconto em parcelas do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf).

Nenhum comentário: