8 de dez de 2016

Presidente da Federação das Indústrias apresenta a Michel Temer seis propostas para obras no Maranhão

GIRO ECONÔMICO

São seis as propostas apresentadas pelo presidente da Federação das Indústrias (Fiema), Edilson Baldez, ao presidente Michel Temer, com ao desenvolvimento social e econômico do Maranhão. 

São elas: instalação da 2ª Esquadra da Marinha de Guerra Brasileira no Maranhão; inclusão de parte do território maranhense no Fundo Constitucional de Financiamento do Norte (FNO); conclusão das obras de duplicação na BR-010, em Imperatriz; aprovação e sanção do projeto de lei que institui a Zona de Exportação do Maranhão (Zema); flexibilizar a Lei Federal nº 12.815 que concentra o planejamento e a gestão dos portos, permitindo mais agilidade aos processos licitatórios e viabilizando investimentos públicos e privados; e conclusão da duplicação da BR 135, no trecho compreendido entre Estiva e Bacabeira, cujas obras estão com execução lenta.

Pelo menos duas dessas reivindicações são projetos do senador Roberto Rocha: a inclusão do Maranhão nas linhas de crédito do FNO e a criação da Zona de Exportação.

Shopping - Lojistas instalados em dois shopping centers de São Luís – Tropical e Jaracati - têm razões de sobra para estarem mais preocupados a partir desta sexta-feira (09), pois o movimento em frente às suas lojas tende a cair consideravelmente com a desativação das lojas do Mateus Supermercados nesses centros comerciais, pois a estratégia da empresa é concentrar essas atividades no Hiper Mercado que será inaugurado neste fim de semana, numa quadra em frente ao Flet Mont Blanc.

Seguro - O agrônomo César Viana, consultor da Federação da Agricultura do Maranhão (Faema), o Seminário de Seguro Rural, promovido pela Confederação Nacional de Agricultura (CNA) com apoio das federações estaduais de agricultura e das seguradoras. O objetivo é debater uma proposta para que os seguros da agricultura deixem de ser baseados apenas na produção, mas também na renda do agricultor, pois sempre que há perdas em sua produção a indenização é baseada apenas do plantio.

Divisão - Por conta do ânimo de alguns candidatos e/ou simpatizantes de ambas as chapas que disputaram a eleição desta quarta-feira (07), na Associação Comercial do Maranhão, a entidade está dividida e vai ser muito difícil juntar os associados para fortalecê-la.







O presidente Michel Temer (C) ladeado pela delegação de empresários maranhense liderados por Edilson Baldez, terça-feira (06), no Palácio do Planalto, em Brasília (DF)


Sinduscon - O empresário Fábio Nahuz decidiu antecipar, de maio de 2017 para este mês, a eleição para presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon), sendo ele é o cabeça da única chapa registrada. A antecipação surpreendeu à maioria dos associados, mas ao que tudo indica ninguém vai questionar judicialmente, apesar de alguns exaltados. A eleição está marcada para dia 22, dois dias depois da também reeleição de Edilson Baldez, que deve carimbar passaporte para o terceiro mandato dia 20.

Transporte - Uma das maiores preocupações do futuro prefeito de Paço do Lumiar, Domingos Dutra (PCdoB), é com relação ao transporte, que pretende municipalizar, ou melhor, formalizar, já que ninguém controla. Além de disciplinar e melhorar o serviço, o prefeito está de olho nas receitas que podem ser obtidas com fiscalização. Atualmente, Paço do Lumiar é atendido apenas pelo transporte coletivo intermunicipal e a ligação entre a sede e povoados (inclusive Maiobão) e feita por “carrinhos” (taxi clandestino) e vans.

Nenhum comentário: