14 de dez de 2016

Governador Flávio Dino brinda Natal dos maranhenses com projeto de lei que amplia o programa "Mais Imposto"

A dez dias da celebração do Natal, o governador Flávio Dino (PCdoB) decidiu antecipar seu presente aos maranhenses enviando para a Assembleia Legislativa um projeto de lei que amplia o seu programa "Mais Imposto", elevando consideravelmente a alíquota do ICMS de vários produtos e serviços.

O argumento de que o consumidor de menor renda não está sendo afetado é falho, pois as empresas certamente repassarão para o consumidor não apenas o valor de cada mercadoria, mas os custos que serão criados com as demais alíquotas, já que as empresas aumentarão despesas com energia, com comunicação, combustíveis etc.

O secretário da Fazenda, Marcellus Ribeiro Alves, diz que o projeto é necessário para que o Estado e municípios mantenham-se em estado de equilíbrio e com capacidade para investimento em programas sociais e obras públicas, que converteram o Maranhão numa das unidades com a situação financeira mais ajustada da federação brasileira, capaz de manter um ambiente econômico propício ao crescimento do emprego e da renda, em meio a maior crise econômica da história do país.
  • Um dos aumentos será para gasolina e etanol, cuja incidência passa a ser de 26%.
  • Para energia elétrica, quem consome acima de 500 kw, o imposto passa para 27%
  • O fumo passa a ter uma incidência de 27%
  • Os serviços de telefone, TV a cabo e rádio passam a ter imposto de 27%
Fica o alerta do deputado Eduardo Braide: “Não quero acreditar, sinceramente, que os deputados e deputadas do Maranhão vão encerrar esta sessão legislativa, este ano legislativo, deixando de presente para o contribuinte maranhense esse aumento na alíquota do ICMS, alíquota que já foi aumentada o ano passado”.



5 comentários:

Anônimo disse...

Governo sacana, aumentar sucessivamente impostos e congelar salários...comunista dos infernos.

maria jose goncalves pereira disse...

O reajuste dos professoras ele nem pensa imaginas pagar.

CURSOS DIGITAIS disse...

Que intriga da oposição filha da puta ...

Anônimo disse...

Descabido, irresponsável, desonesto, canalha. Em um momento desse em que todos estamos sofrendo pela irresponsabilidade de seus aliados federais. Me aguarde governador. Eleições ainda virão.

Stanley Sousa Lima disse...

A gente que tem que trabalhar todos os dias para poder ter um pouco de dignidade, aí vem um governo ditador fazer a a gente ter que trabalhar mais, pra eles ficarem bem !!!