23 de dez de 2016

Novo laudo da Secretaria Estadual do Meio Ambiente alerta: o mar de São Luís não está para banho

Os banhistas precisam tomar cuidado com a qualidade da água do mar

Um novo laudo da Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema) confirma o que muitos desconfiavam sobre a despoluição das prais de São Luís: não existe 100% de balneabilidade, como o governo insistia até outubro, período de altas marés e que, por coincidência, foi escolhido, em 2014, pelo então secretário de Saúde, Ricardo Murad, para anunciar a limpeza da orla marítima da Ilha, pelos investimentos da Companhia de Saneamento Ambiental (Caema).

De acordo com o laudo, as praias do Calhau e Olho d’Água mantiveram todos os pontos próprios para banho, enquanto em São Marcos há dois pontos impróprios (em frente ao Ipem e na Foz do Rio Calhau). As praias do Meio (em frente ao Bar do Capiau) e Araçagi (em frente ao bar do Isaac) apresentaram ponto fora dos níveis de balneabilidade aceitáveis, mas a pior situação é da Ponta d´Areia,que continua com apenas um ponto próprio para banho, ao lado do Forte Santo Antônio.

Resultado de imagem para ricardo murad.praias
Ricardo Murad tomando banho de mar com as netas para
provar que as praias de São Luís estavam despoluídas em 2014
Em outubro, ao comemorar os 100% de balneabilidade apontados pelo governo, o presidente da Caema, David Teles foi enfático: “Este é um resultado que representa a soma de todas as ações que a Caema vem executando no saneamento da capital, mediante expressa determinação do governador Flávio Dino, de quem recebemos, dentre várias outras determinações, a de recuperar a qualidade das praias de São Luís. Por meio do Programa ‘Mais Saneamento’, estamos instalando equipamentos que garantirão a manutenção desta média que os laudos da Sema vêm apresentando”.

Leia reportagem completa no site Maranhão Hoje - www.maranhaohoje.com.br 


Nenhum comentário: