25 de dez de 2016

Prefeitura investe em alta tecnologia, mas esquece do básico para que o sistema de transporte funcione bem

Secretário Canindé apresenta novo investimento em tecnologia para o trânsito
Visando à modernidade no sistema de transporte de São Luís, a Prefeitura acaba de instalar um moderno serviço de videomonitoramento do trânsito nos principais corredores urbanos da cidade por meio da Central de Controle Operacional por Videomonitoramento do Trânsito (CCO).

Com a nova ferramenta, a Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT) vai acompanhar direto e em tempo real de todo o sistema de trânsito e transporte da cidade. O serviço se soma ao trabalho já desenvolvido pela CCO desde setembro deste ano, com o monitoramento, em tempo real, de toda a frota do transporte públicos em São Luís.

Em vários pontos da cidade, semáforos não estão funcionando
O secretário Canindé Barros explica que as câmeras de videomonitoramento já foram instaladas em quatro regiões da cidade: na Avenida Marechal Castelo Branco (São Francisco), na Via Expressa (entre Maranhão Novo e Jaracati), na Avenida Guajajaras (São Cristóvão) e na região do Anel Viário. 

Os equipamentos de monitoramento instalados nas quatro vias são parte das 60 câmeras giratórias de grande alcance que serão implantadas em pontos estratégicos e de fluxo intenso de veículos da capital.

No bairro do Anil, ônibus novo, mas a parada é inadequada
A população certamente aplaude esse tipo de investimento, pois é a tecnologia sendo trazida para amenizar um dos problemas mais críticos da cidade, o trânsito, mas quem circula pelas avenidas da cidade, inclusive as contempladas com essas câmaras, percebe que algo mais simples está sendo jogado ao segundo plano: a sinalização eletrônica e até mesmo terrestre, pois em vários pontos da cidade os semáforos não funcionam, não há faixas de pedestres e algumas estão colocadas em posições erradas.

Um dos exemplos disso está na Avenida Castelo Granco, no bairrio do São Francisco, em frente à Igreja do bairro, onde o sinal abre, ao mesmo tempo, para veículos e pedestres, provocando um inferno no trânsito.

Avenida dos Africanos: parada de ônibus é uma placa no poste
Outro investimento de alta tecnologia que está sendo implantado pela Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte é o aplicativo que vai orientar o passageiro sobre o local em que seu ônibus se encontra, em quanto tempo chegará à parada etc. No interior dos ônibus, haverá telas para que o passageiro também possa se orientar.

Sem dúvida uma boa medida, mas, com certeza, o que o passageiro mais carece neste momento é de paradas decentes para poder se proteger do sol ou da chuva. Em vários desses pontos não há proteção, e os passageiros enfrentam muitos transtornos para embarcar ou desembarcar.

Um comentário:

Anônimo disse...

Kd o VLT? So em São Luis que não pide ter um? Ja vi em varios Estados com um sistema de transporte coletivo muito melhor que São Luis. Sabem o que está faltando nesse aspecto, senhores? Coragem e vontade de fazer da nossa ilha um lugar belo de se ver.