13 de jan de 2017

Apesar da queixa do comércio e da indústria, empresas de turismo comemoram excesso de "feriadões" em 2017

GIRO ECONÔMICO

Apesar da queixa das empresas da indústria e do comércio, os dias de folga em 2017 que podem gerar fins de semana prolongados, os chamados feriadões, são recebidos com entusiasmo pelas empresas de turismo, pois podem impulsionar a economia brasileira com aumento da demanda por esses serviços, segundo estudo do Ministério do Turismo. A pasta espera que as viagens nos fins de semana prolongados por feriados que caem na segunda, terça, quinta ou sexta-feira injetem R$ 21 bilhões na economia em 2017. 

A projeção considerou um acréscimo de 22 dias de folga, quando 10,5 milhões de viagens deverão ser feitas. Na contramão de outros setores que projetam prejuízos, o Ministério do Turismo acredita que as folgas gerarão renda e emprego. 

O turismo, de acordo com o Conselho Empresarial de Hospitalidade e Turismo da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), é grande impulsionador de mais 52 áreas, direta ou indiretamente.

Internacional - Segunda maior empresa fabricante de bebidas não alcoólicas, a Psiu pode se tornar uma empresa de atuação internacional, conforme anúncio do seu proprietário, Francisco da Rocha, que em março recebe, da Associação Comercial do Maranhão, o diploma de Empresa do Ano 2016. Embora não tenha prazo fixado para iniciar as exportações de seus produtos, ele diz que os refrigerantes, sucos, energéticos etc fabricados no Maranhão vão ser consumidos também em países da América Latina e da Europa.

Juros - O Banco do Brasil anunciou a redução de taxas de juros em várias linhas de crédito para pessoas físicas e jurídicas, na maior parte das linhas. Em cinco delas, o ajuste foi maior do que o impacto da redução da Selic, de acordo com a estratégia comercial do banco. A maior redução, de 4 pontos percentuais, será no rotativo do cartão de crédito, já antecipando parte dos efeitos das medidas que serão implementadas em abril. No cheque especial, a redução foi de 0,09 ponto percentual ao mês.

Liquidação - Começa nesta sexta-feira (13) e se estende até domingo (15) a liquidação de estoque das lojas do Pátio Norte Shopping, localizado na Estrada de São José de Ribamar, próximo ao Maiobão. Todas as lojas estarão oferecendo suas mercadorias com até 70% de desconto.










Na comemoração dos 71 anos do Senac, Felipe Mussalém (presidente da Associação Comercial do Maranhão) e José Arteiro da Silva (presidente da Federação do Comércio)


Odebrecht - O deputado estadual Wellington do Curso (PP) solicitou aos prefeitos de Paço do Lumiar, Domingos Dutra (PCdoB), e de São José de Ribamar, Luis Fernando Silva (PSDB), que anulem os contratos com a empresa Odebrecht Ambiental, responsável pelo fornecimento e tratamento da água e esgoto nestes municípios, devido à péssima prestação de serviços, mas a questão não é tão simples quanto Sua Excelência imagina, pois os contratos firmados com a empresa têm validade de 35 anos.

Veículos - A partir de julho entra em operação o Registro Nacional de Veículos em Estoque (Renave), que prevê o registro das transações com veículos usados em tempo real, que serão validadas junto aos Departamentos de Trânsito, Receita Federal e Secretarias de Fazenda. A medida visa a dar mais segurança e transparência às operações de compra e venda de automóveis e contribuirá ainda para fomentar a formalização de uma relação que atualmente ainda funciona, em grande parte, informamente.

Nenhum comentário: