5 de jan de 2017

Após autorizar obras na BR 135, ministro do Transportes foi ao encontro de Roseana para explicar investimentos

Ministro dá detalhes das obras que autorizou a Roseana
 numa conversa testemunhada pelo ex-presidente Zé Sarney
A ex-governadora Roseana Sarney (PMDB) publicou em sua página no Facebook, nesta quinta-feira (05), fotos sobre a visita do ministro dos Transportes, Maurício Quintella, à sua residência, no bairro do Calhau, em São Luís. Segundo o comunicado, "o ministro veio ao Maranhão para vistoriar obras do Governo Federal que foram iniciadas ainda durante a gestão Roseana".

Quintella visitou o Porto do Itaqui, vistoriou as obras de duplicação da BR 135 (entre Estiva e Bacabeira) e autorizou o início de obras para duplicar também o trecho de Bacabeira a Miranda do Norte, além de melhorias também na BR 226, em Timon.

“Fico muito feliz por receber o Ministro Maurício e agradecer a ele pelo empenho na retomada de obras tão importantes para o Maranhão, obras pelas quais lutamos por muitos anos para que elas fossem viabilizadas. Uma delas é a continuidade da duplicação da BR 135, que foi iniciada ainda durante o meu governo e que agora vai até o município de Miranda do Norte. Foi muito importante que a bancada maranhense tenha se unido em Brasília para garantir recursos. Todos nós temos uma parcela importante nesse processo”, disse a ex-governadora, que estava acompanhada do pai, o ex-senador e ex-presidente José Sarney, e deputados federais.

O ministro justificou a visita dizendo, além da BR 135, que foi "confirmar para a ex-governadora Roseana que também será executada a obra de asfaltamento na BR - 226 até a cidade de Timon”

Agradecida, Roseana declarou: “Claro que a gente recebe e agradece pelos benefícios que o Ministério está garantindo, ao esforço do Presidente Michel Temer, que enviou o Ministro aqui, mas não podemos deixar de pedir que ele continue a dar atenção às necessidades de trafegabilidade às nossas estradas. Temos uma economia forte, o setor agropecuário que tem crescido muito nos últimos anos e precisamos melhorar as condições para as pessoas que vivem nessas regiões e dependem dessas rodovias”.

Nenhum comentário: