30 de jan de 2017

Correios recebe até esta segunda-feira sugestões de temas que podem virar selo de postagem em 2017

GIRO ECONÔMICO

Encerra-se nesta segunda-feira (30), o prazo para envio de sugestões ao programa “Sua ideia pode virar selo” da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos para eleição dos selos que serão emitidos em 2018 e 2019. Os interessados em participar devem preencher o cadastro, disponível no www.correios.com.br, sugerindo temas da cultura popular, fauna, flora, meio ambiente, turismo, entre outros. 

As indicações podem ser feitas pela população em geral, e as que estiverem de acordo com os critérios definidos pela Portaria 500/2005, do antigo Ministério das Comunicações, serão encaminhadas à Comissão Filatélica Nacional, que definirá os 15 temas que serão transformados em selos.

Desde 2000, quando o programa foi lançado, os Correios receberam, em média, 1.300 sugestões por ano, a maioria delas destacando personalidades e datas comemorativas.

Pirâmide  - Qualquer pesquisa na internet, em notícias oficiais do Governo do Estado, dos Correios etc mostra que a Comunidade Pirâmide fica no município de Paço do Lumiar, mas o Procon insiste em afirmar que o bairro está no território de Raposa, só para justificar o erro de ter aplicado uma multa à Odebrecht Ambiental pelo fornecimento de água de má qualidade onde ela não atua. Basta consultar a Prefeitura de Raposa para saber se ela contratou ou autorizou qualquer serviço da empresa para verificar o equívoco.

Reviver - No seu artigo em que fala sobre a importância do Centro Histórico de São Luís, que deu à cidade o título de Patrimônio Cultural da Humanidade, o ex-senador José Sarney esqueceu de mencionar que a recuperação do bairro, em quase sua totalidade, deu-se em 1987 e 1990, no governo de Epitácio Cafeteira, com o Projeto Reviver. Antes dele, Luiz Rocha já desenvolvia o Projeto Praia Grande, ou seja, não foi Roseana Sarney que promoveu a valorização do bairro, embora tenha feito investimentos pontuais.

Bioma - A Campanha da Fraternidade deste ano tem como tema Biomas do Brasil, e com isto a Igreja Católica pretende chamar a população, especialmente ecologistas e agropecuaristas para uma reflexão sobre a importância da criação de Deus.



Solenidade de assinatura de convênio das Prefeituras de São José de Ribamar e Paço do Lumiar para transferência dos serviços de água e esgoto para a Odebrecht Ambiental. Não há na foto prefeito de Raposa, mas o Procon quer que seja do seu jeito



Paloma  - O empresário Antônio Hiluy Nicolau fechou neste fim de semana uma transação para a abertura do 13º posto da rede Paloma e anuncia que até dezembro seus planos são no sentido de chegar a vinte postos, somente na Grande São Luís, e a continuar o processo de expansão diz que em dezembro de 2018, a rede poderá estar com trinta unidades, firmando-se ainda mais como a maior rede com distribuição no Maranhão exclusiva dos combustíveis produzidos pela Petrobras, mesmo sem ter uma filial fora da Ilha.

Fiscalização - O Procon garante que, a exemplo do que fez com a Odebrecht Ambiental, fiscaliza com rigor os serviços da Caema. Pode ser, mas se faz isso esquece de dar a mesma publicidade usada quando multa empresas privadas, instituições financeiras e órgãos federais. Para que se tenha ideia, a estatal de água e esgoto é uma das campeãs de condenações na Justiça pela deficiência dos seus serviços, mas nestes últimos dois anos não foi multada uma vez sequer pelo Procon, apesar das queixas dos consumidores.

Nenhum comentário: