26 de jan de 2017

Crise leva mais de 20 mil maranhenses a cancelarem planos de saúde, diz Instituto de Saúde Complementar

Mais de 22 mil maranhenses deixaram de pagar plano de saúde em 2016, segundo números do Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS), que constatou ainda terem sido encerrados na região Nordeste 103,9 mil benefícios de planos médico-hospitalares a menos do que começou o ano. 

A queda na região, de 1,5%, foi puxada pela Bahia, que perdeu 39,6 mil vínculos (-2,4%) no período analisado.Apesar de a Bahia se destacar pelo número absoluto de vínculos rompidos, dois outros estados perderam, proporcionalmente, mais beneficiários: No Maranhão foram rompidos 22,6 mil vínculos, uma queda de 4,6%; e no Rio Grande do Norte 24,9 mil beneficiários tiveram que deixar seus planos de saúde, retração de 4,7%.

Leia reportagem completa em Maranhão Hoje.





Nenhum comentário: