13 de jan de 2017

Sindicato dos Jornalistas manifesta pesar pela morte de Fernando Borges ocorrida nesta quinta-feira em São Luís

Fernando Borges (D) com o ex-presidente da Embratur Eduardo Sanovicz  
Em nota divulgada nesta quinta-feira (12), o presidente do Sindicato dos Jornalistas Profissionais de São Luís, Douglas Pinho, manifestou pesar pelo falecimento de Fernando Borges, ocorrido nesta quinta-feira (12), mesmo dia do seu falecimento, que por muitos anos atuou como colunista de negócios (principalmente turismo) em diversos veículos da cidades, dentre eles os extintos Jornal de Hoje e Diário do Norte e Jornal Pequeno, onde era colaborador do caderno JP Turismo.

Fernando Borges destacou-se ainda como presidente da seccional maranhense da Associação Brasileira dos Jornalistas de Turismo (Abrajet), entidade da qual também foi diretor nacional. Dentre suas muitas qualidades (o que para alguns eram defeitos) destacam-se o destemor e a franqueza sempre que defendia as causas em que acreditava, pouco se importando contra quem estava se opondo. Era um homem do bem, e isto ficou registrado também na sua atuação como auditor fiscal do Município. Vai fazer falta.

Eis a nota do Sindicato dos Jornalistas Profissionais de São Luís:

NOTA DE PESAR

Consternados com a morte prematura do jornalista Fernando Borges, manifestamos nosso pesar enviando sinceras condolências à família enlutada, reconhecendo a contribuição do companheiro que ora nos deixa, para o engrandecimento do jornalismo maranhense, com a sua conduta ilibada no exercício da profissão que muito amou,sendo exemplo para as novas gerações. 
Rogamos a Deus o conforto aos seus familiares e amigos.

A DIRETORIA

Nenhum comentário: