15 de fev de 2017

Oi cobra dívida da Cemar, mas distribuidora de energia diz que operadora de telefone lhe deve por uso de postes

Em nota distribuída nesta quarta-feira (15), pela sua Assessoria de Imprensa, a Companhia Energética do Maranhão (Cemar) dá sua versão para a disputa judicial com a operadora Oi por conta de dívidas que ambas alegam haver entre a outra parte.

Na última segunda-feira (13), a Justiça determinou que a Oi ficará impedida de suspender os serviços de telefonia e internet da companhia de energia, que reclama uma dívida de R$ 1,9 milhão, enquanto esta diz que a Oi também lhe deve e pede um encontro de contas.

"A Cemar, há anos, vem tentando a renovação do vínculo contratual referente a este compartilhamento, no entanto, sem sucesso nesta negociação, pois esta operadora se recusa a arcar com os custos inerentes a este compartilhamento. Não havendo alternativa, a Cemar buscou a via judicial para garantir o seu direito ao recebimento da devida contraprestação, nos termos da lei, e conforme praticado em todo o território nacional, em especial com outras operadoras no Estado do Maranhão", diz a nota.

Leia a reportagem em Maranhão Hoje.

Um comentário:

Carlos Henrique disse...

Não é a primeira vez que a infosolo tenta fazer isso e quem vai acabar pagando essa conta é o consumidor.