16 de fev de 2017

Suape ultrapassa Itaqui na movimentação de cargas e porto maranhense cai para 6º lugar no ranking da Antaq

O Anuário Estatístico Aquaviário 2016 divulgado quarta-feira (15) pela Agência Nacional de Transporte Aquaviário (Antaq) coloca o Itaqui em sexto lugar no ranking dos portos organizados que mais movimentaram carga em 2016. Com um volume de 17,082 milhões de toneladas, o porto maranhense foi ultrapassado por Suape, de Pernambuco, onde foram movimentadas 22,747 milhões de toneladas.

De acordo com a Antaq os fatores que mais contribuíram para esta queda no Itaqui foram as diminuições no transporte de grãos e graneis líquidos, isto é, combustíveis. A reportagem completa sobre a estatística está no site Maranhão Hoje.

Veja o ranking dos portos organizados:
  1. Santos (SP)  - 96,935,079 
  2. Itaguaí (RJ) - 58,763,201 
  3. Paranaguá (PR) - 40,053,489 
  4. Rio Grande (RS)  - 24,114,921 
  5. Suape (PE) - 22,747,980 
  6. Itaqui (MA) - 17,082,085 
  7. Vila Do Conde (PA) - 16,178,164 
  8. São Francisco Do Sul (SC) - 10,082,740 
  9. Vitória (E) - 6,467,426 
  10. Aratu (BA) - 6,192,286 
  11. Rio De Janeiro (RJ) - 5,351,752 
  12. Imbituba (SC) - 4,803,186 
  13. Santarém (PA) - 4,728,465 
  14. Fortaleza (CE) - 4,632,848 
  15. Salvador (BA) - 4,562,312 
  16. Areia Branca (RN) - 4,205,121 
  17. Porto Velho (RO) - 2,447,623 
  18. Belém (PA) - 2,337,665 
  19. Maceió (AL) - 1,963,511 
  20. Itajaí (SC) - 1,860,703 
  21. Recife (PE) - 1,530,038 
  22. Antonina (PR) - 1,305,962 
  23. Porto Alegre (RS) - 1,052,153 
  24. Cabedelo (PB) - 962,977
  25. Santana (AP) - 799,021 
  26. Natal (RN) - 677,121 
  27. São Sebastião (SP) - 606,776 
  28. Ilhéus (BA) - 209,962 
  29. Pelotas (RS) - 85,007 
  30. Manaus (AM) - 41,199
  31. Forno (RJ) - 38,140
  32. Niterói (RJ) - 30,620 

Um comentário:

Anônimo disse...

Eu já sabia!!! O Itaqui está sendo administrado para a eleição de Zé Reinaldo a senador. Não existe no mundo dos negócios, colocar um indivíduos sem currículo, sem preparo e sem conhecimento algum sobre gestão portuária.. e vai cair ainda mais até 2018. A verdade sempre vem!