31 de mar de 2017

Ao procurar Lula, Flávio Dino sinaliza que quer distância do Palácio do Planalto e do presidente Michel Temer

O governador Flávio Dino (PCdoB) deu esta semana a mais clara demonstração de que pretende manter uma larga distância do Palácio do Planalto e evitar ao máximo aproximação com o presidente Michel Temer (PMDB). O encontro desta sexta-feira (31), em São Paulo, com o ex-presidente Lula foi a senha de que pretende demarcar seu território no campo da esquerda em 2018, quando será realizada a eleição presidencial e ele tentará a reeleição, isto se não for o convidado a compor a chapa a ser encabeçada pelo PT.

Na quarta-feira (29), sete governadores do Nordeste, incluindo os petistas, estiveram reunidos em Fortaleza (CE), onde debateram a crise nacional e elaboraram um documento que será levado ao presidente da República com sugestões, inclusive, para aumentar a geração de empregos na região. Flávio Dino não foi, talvez porque não quisesse sugerir nada ao governo federal, tampouco ficar compromissado em ter de ir a Brasília (DF) encontrar-se, juntamente com seus colegas nordestinos, com o chefe de Nação.

Em vez de procurar quem está em condições legais para tomar medidas, e socorrer o Maranhão, o governador maranhense optou por ir ao encontro do maior opositor do presidente. E deixou registrado que foi ouvir e falar sobre a crise nacional. Mais claro do que pretende Flávio Dino não poderia ser. Leia reportagem em Maranhão Hoje.

Nenhum comentário: