24 de mar de 2017

Iphan e Confederação Nacional dos Municípios debatem estratégias para gestão de cidades históricas

GIRO ECONÔMICO

Visando a aliar desenvolvimento, turismo e a preservação do Patrimônio Cultural, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), a Confederação Nacional de Municípios (CNM) e a Organização das Cidades Brasileiras Patrimônio Mundial (OCBPM) firmaram parceria para consolidar uma rede de gestores e elaborar uma política nacional de gestão das cidades históricas e patrimônio mundial. O acordo será concretizado nos próximos dias 11 e 12 de abril, com a realização do 3º Encontro Brasileiro das Cidades Históricas Turísticas e Patrimônio Mundial, em Brasília (DF).

O evento envolverá instituições públicas federais e estaduais, gestores municipais e sociedade civil para discutir uma exploração turística adequada e a definição das responsabilidades para a estruturação dessas localidades enquanto destinos turísticos.

Semana passada, a presidente do Iphan, Kátia Bogéa, esteve reunida com diretores das instituições municipalistas para discutir a contribuição do órgão ao evento e as experiências institucionais que deverão ser compartilhadas com a Rede Cidades Históricas Turísticas e Patrimônio Mundial.

Terceirização - A Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra) divulgou, nesta quarta-feira (22), nota pública em que lamenta a aprovação do Projeto de Lei (PL) nº 4.302/1998, que libera a prática da terceirização em todas as atividades da empresa. Na nota, a entidade pede que o presidente Michel Temer vete o projeto, pois para a entidade a lei agravará problemas como alta rotatividade dos terceirizados, elevado número de acidentes, além de gerar prejuízos para saúde pública e a Previdência Social.

Patrocínio - O Instituto Nordeste Cidadania lança edital para patrocínio de projetos este ano, podendo as inscrições serem feitas até 15 de abril, no site www.inec.org.br. Os recursos são destinados a projetos realizados nos nove estados nordestinos, além do norte de Minas Gerais e do Espírito Santo. Na análise, serão selecionados projetos que, prioritariamente, concentrem três segmentos: Educação, Arte e Cultura e Iniciação Profissional, que gerem sustentabilidade, promovam a cidadania e o respeito à vida.






A presidente do Iphan, Kátia Bogéa, e seu diretor de Articulação e Fomento, Marcelo Brito, com o presidente da OCBPM, Mário Augusto Ribas, e a representante da CNM, Marta Feitosa (D), em encontro para debaterem gestão de cidades históricas


Seminário - O ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, participa nesta sexta-feira (24), em São Luís, do Seminário de Revitalização dos Rios Maranhenses e Suas Nascentes, que será realizado na Federação das Indústrias, das 08h às 18h30. O ministro proferirá a palestra Água, Floresta e Clima na agenda ambiental do ministério do Meio Ambiente. Ainda nesta sexta-feira, o ministro participará do Encontro Estadual do Programa Água Doce do Maranhão, que será realizado na Secretaria de Agricultura Familiar (SAF).

Carne - Deputados da oposição pretendem jogar mais lenha na fogueira para sabrecar mais ainda a confiança internacional dos produtos de origem animal, com a protocolação do pedido da CPI da Carne, que certamente vai atrair o foco da imprensa, organizações não governamentais e outros segmentos interessados em esmiuçar as investigações da Polícia Federal, mas sem que sejam levadas em conta as consequências que isso pode gerar para o agronegócio a economia brasileira como um todo.

2 comentários:

Carlos Eduardo disse...

De novo essa conversa? Será que ainda não perceberam que esses encontros das cidades históricas não dá em nada???

Anônimo disse...

Concordo com você, C.Eduardo. Só papo furado.