29 de mar de 2017

Três pré-candidatos a senador na eleição de 2018 estão respondendo processos no Supremo Tribunal Federal

Flávio Dino com os pretensos candidatos a senador Wewerton (E) e Waldir
Três pré-candidatos a senador pelo Maranhão que esperam na eleição de 2018 receber o apoio do governador Flávio Dino (PCdoB) - José Reinaldo Tavares (PSB), Waldir Maranhão (PP) e Wewerton Rocha (PDT) - estão respondendo processos no Supremo Tribunal Federal (STF), segundo pesquisa do site Congresso em Foco, publicada nesta quarta-feira (29). Leia reportagem de Maranhão Hoje.

Das cadeiras que irão disputar, uma pertence a Edison Lobão (PMDB), que preside a Comissão de Constituição e Justiça do Senado, também respondendo processo na suprema corte.

Dos 18 deputados federais maranhenses, cinco respondem ações. Saiba quem são:

  • André Fufuca (PP-MA) – Inquérito 4241 Captação ilícita de votos ou corrupção eleitoral
  • José Reinaldo (PSB-MA) – Ação penal 988 Crimes da lei de licitação, corrupção passiva e corrupção ativa
  • Pedro Fernandes (PTB-MA) – Inquérito 3728 Peculato e abuso de poder
  • Waldir Maranhão (PP-MA) – Inquérito 3784 Lavagem ou ocultação de bens, Inquérito 3787 Lavagem ou ocultação de bens, Inquérito 3989 corrupção passiva, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha, Inquérito 3394 Peculato, corrupção passiva e ativa
  • e Inquérito 3621 Crimes contra lei de licitações
  • Weverton Rocha (PDT-MA) – Inquéritos 3394 (peculato, corrupção passiva e ativa) e 3621 (crimes contra a Lei de Licitações).

Edison Lobão é investigado no inquérito 3989 da Lava Jato. O ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa afirmou que mandou entregar R$ 2 milhões à ex-governadora do Maranhão Roseana Sarney (PMDB) para campanha de 2010, a pedido de Lobão.

Nenhum comentário: