13 de mar de 2017

Viver no Maranhão vai ficar bem mais caro a partir desta terça-feira com a cobrança dos novos valores do ICMS

Mercadorias terão aumento nos supermercado com novas alíquotas do ICMS
GIRO ECONÔMICO

A partir desta terça-feira (14), o consumidor maranhense que chegar ao supermercado e outros estabelecimentos comerciais poderá ser surpreendido com aumentos significativos nos preços das mercadorias, pois nesta data entra em vigor a Lei 10.542/2016, do Governo do Estado, que reajustou as alíquotas do ICMS.

Apesar do discurso do governo e dos seus aliados na Assembleia Legislativa que aprovaram o projeto, de que o impacto será pequeno porque itens como o óleo diesel não foram modificados, ou seja, o transporte de cargas não teria reajuste, é preciso levar em conta alguns cálculos.

Uma empresa supermercadista, por exemplo, além do ICMS dos produtos que comercializa, cuja alíquota é de 18% (reajustada em 2016), terá de repassar para o consumidor final o aumento no imposto da energia, que vai pular de 25% para 27% (alíquota para quem consome acima de 500 quilowates); da gasolina ou etanol que movimenta sua frota para pequenos serviços ou transporte de pessoas, que vai de 25% para 26%; e da internet e do telefone, que vai de 25% para 27%, ou seja, todos esses aumentos que vai pagar é o consumidor.

Usar internet também vai ficar mais caro para os maranhenses
Para os cidadãos os impactos serão serão sentidos também na bomba de gasolina, onde, além do ICMS do combustível, os postos vão repassar os aumentos também de energia (para iluminação, movimentação de bombas, ar para calibrar pneus, elevador para troca de óleo etc), de internet (para efetuar vendas nos cartões de crédito ou débito) e telefone.

Em casa, acrescem os custos particulares da energia elétrica (vai aumentar de 12 para 18% o consumo de até 500 Kw), internet,  telefone,  assinatura de TV etc, ou seja, vai ficar bem mais caro viver no Maranhão a partir desta quarta-feira.

Futebol - Mesmo estando eliminados da competição, Moto e Sampaio vão ter direito a mais R$ 500 mil por terem participado da Copa do Nordeste 2017, ou seja, passarão a ter a mesma quota dos representantes do Ceará, Paraíba, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Alagoas, Sergipe e Bahia (o Piauí também participa como convidado). Ambos já receberam R$ 100 mil e terão direito a depósitos de R$ 50 mil, dia 15 de março; R$ 225 mil, dia 30 de março; e R$ 225 mil, 30 de abril, fechando nos R$ 600 mil.

Ônibus - As empresas que fazem o transporte coletivo de São Luís já estão fazendo altos investimentos com renovação da frota e padronização da pintura de ônibus na cor verde, mas podem ser obrigadas a ter uma despesa a mais, caso seja aprovado um projeto de lei do vereador Josué Pinheiro (PSDB) para que sejam pintadas nesses veículos faixas de cores variadas para facilitar sua identificação nos terminais de integração, pelos passageiros, que já estavam acostumados com as cores dos ônibus velhos.

Reformas - Março encaminhando-se para o final e nem sinal de quando vão começar as obras de melhorias em duas importantes via comerciais de São Luís: Rua Grande, sob responsabilidade do Iphan, e Avenida dos Holandeses, prometida pelo Governo do Estado.





Jones Braga (D), superintendente da Codevasf, senador Roberto Rocha (C), o deputado Hildo Rocha (E) e o prefeito Miguel Lauande na assinatura do convênio com a Prefeitura de Itapecuru-Mirim para melhorias de ruas na cidade


Tabelas - A Assembleia Legislativa iniciou semana passada a distribuição de 20 mil tabelas do Campeonato Maranhense e da Copa Nordeste com o objetivo de orientar os torcedores sobre a participação dos times maranhenses nessas competições de futebol. O curioso é que o material ficou pronto quando os representantes maranhenses do torneio regional – Moto e Sampaio – já haviam até sido eliminados e a competição estadual já se encaminha para o final do primeiro turno, ou seja, muita bola já rolou. Gol contra!

Itapecuru - A Prefeitura de Itapecuru-Mirim e a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) assinaram convênio para realização de obras de pavimentação asfáltica em ruas da área urbana na sede do município. Os recursos são oriundos do Orçamento Geral da União destinados à Codevasf, devendo as obras serem iniciadas nesta segunda-feira (13). Deverão ser melhorados mais de 1.800 metros de ruas e avenidas que estão em situação precária para o tráfego de veículos.

Nenhum comentário: