8 de abr de 2017

Apesar de ter tido um dos maiores aumentos em março, cesta básica de São Luís é uma das mais baratas do país

GIRO ECONÔMICO

Apesar de ter registrado um aumento de 2,77% em março, a cesta básica de São Luís continua sendo uma das sete mais baratas do Brasil, segundo Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos, realizada pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) e divulgada quinta-feira (06). De acordo com a pesquisa, a cesta básica custava na capital maranhense, em fevereiro, R$ 354.57, e no mês de março passou para R$ 364,28. 

O aumento foi maior do que o verificado nos últimos 12 meses (2,17%) e dos três primeiros meses de 2017 (2,31%), porém as altas mais significativas ocorreram em Teresina (3,90%), Natal (3,54%) e Recife (3,53%), enquanto as maiores baixas em Rio Branco (-2,19%) e Cuiabá (-1,14%).

Com base no aumento, o Dieese conclui que o trabalhador de São Luís com remuneração equivalente ao salário mínimo necessitou cumprir jornada de trabalho de 85 horas e 32 minutos para comprar a cesta, maior que o tempo necessário em fevereiro, que foi de 83 horas e 13 minutos.

Negociação - De olho no dinheiro que clientes em débito vão sacar neste sábado (08) das contas inativas do FGTS, a Companhia Energética do Maranhão (Cemar) vai abrir, das 9h às 16h, 24 agências em todo estado para atender quem tenciona negociar suas dividas com a empresa e outras negociações. A ação visa a oferecer aos devedores condições flexíveis de pagamento do débito, o que pode encerrar também embaraços como o da inclusão de seus nomes no cadastro de inadimplentes no SPC e no Serasa.

Porto seco - Imperatriz poderá contar, em breve, com um Porto Seco, também conhecido como Estação Aduaneira do Interior (EADI) ou ainda Dry Port, ou seja, espaço para receber cargas que serão destinadas aos portos marítimos de São Luís, Fortaleza (CE), Vila do Conde (PA), Belém (PA) etc. Ele deverá ser instalado próximo à Estação Ferroviária da Norte-Sul, ou seja, estrategicamente posicionado para atender demandas do Centro-Oeste e Sul do estado. O anúncio é do senador Roberto Rocha (PSB).

Veículos - Os empresários do setor automotivo recuperaram o otimismo depois dos números sobre as vendas de março, pois houve um desempenho bem melhor do que o registrado em fevereiro tanto deste ano quanto de 2016, ou seja, bons ventos soprando nas concessionárias. 



Na abertura da File São Luís, o presidente da Vale, Murilo Ferreira, assiste ao governador Flávio Dino cumprimentando um dos expositores da mostra que fica em cartaz até o final do mês, no Centro Cultural da Vale, na Praia Grande



Inativos - Neste sábado (08), mais de 2 mil agências da Caixa Econômica Federal vão ficar abertas das 9h às 15h para atendimento aos nascidos nos meses de março, abril e maio que têm direito ao saque do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) de contas inativas. Mais de 7,7 milhões de brasileiros têm direito ao saque e o valor disponível passa de R$ 11,2 bilhões. Cerca de 2,3 milhões de trabalhadores (30%) receberão automaticamente o crédito nas contas da Caixa Econômica Federal.

Vestuário - Mais de 25 profissionais do setor de vestuário ligados ao Sindicato das Indústrias de Malharia e de Confecções de Roupas em Geral (Sindvest) participaram, quinta-feira (06), da capacitação Desenvolvimento de Coleção e Adequação de Modelagem Internacional, iniciativa do Centro Internacional de Negócios (CIN), da Federação das Indústrias, em parceria com a Confederação Nacional da Indústria (CNI) e Sebrae Nacional. A capacitação foi ministrada pela designer Angélica Coelho Lima.

Nenhum comentário: