22 de abr de 2017

Governador Flávio Dino vai enfrentar um grande desafio para realizar este ano "a maior Expoema da história"

Animais levados a exposição são preparados com bastante antecedência
Pelas redes sociais, o governador Flávio Dino (PCdoB) anuncia a realização este ano da Exposição Agropecuária do Maranhão (Expoema), que teve sua última versão em 2015, e, como sempre ocorre em todos os anúncios que faz, garante que esta será a maior da história. Trata-se, na verdade, de um grande desafio, e certamente ele já se aconselhou com dirigentes da Associação dos Criadores do Maranhão (Ascem), sua parceira nessa empreitada, sobre o que é necessário para uma grande exposição do gênero.

O primeiro grande desafio é encontrar um espaço com as dimensões e a infraestrutura do Parque Independência, em São Luís, para montagem de estandes, estábulos, local de leilões, pista de julgamento de animais etc, sem falar na estrutura de lazer: bares, restaurantes, arena de shows e outros atrativos de público. Ainda não se sabe onde será "a maior Expoema da História", se em Bacabal ou Santa Inês, mas certo é que nenhuma das duas cidades há serviços de hotelaria, gastronomia, transporte e outros para receber expositores e visitantes, mas tudo isto já deve estar pensado e calculado.

O que sobrou do Parque Independência onde a Expoema foi realizada até 2015
O governador certamente já sabe também que precisa mobilizar pecuaristas para "a maior Expoema da história", e alguém já deve ter relatado a ele que faz parte da tradição desses eventos o criador preparar com bastante antecedência os animais que vai levar para exposição, leilão, concurso leiteiro e julgamentos pelas diferentes raças de bovinos, equinos, caprinos, ovinos... Pode ser que alguns estejam prontos para isso, mas pelo que se comenta no meio rural os pecuaristas estão desmobilizados e desmotivados e terão que fazer um grande esforço para estarem prontos no curto espaço de quatro meses, já que a previsão é que seja na primeira semana de setembro.

Exposição precisa de amplo espaço para negócios e lazer dos visitantes
Uma grande exposição agropecuária também sempre reúne expositores de outros estados, e estes se programam cedo, mas nada impede que os organizadores da "maior Expoema da história" os sensibilize para correr contra o tempo e desembarcarem aqui.

Agora a maior das incoerências: para fazer "a maior Expoema da história", o Governo do Estado vai ter de recuperar o parque de Bacabal ou adaptar a Toca do Vale, em Santa Inês. E tudo o que terá de ser feito lá estava pronto em São Luís, mas ele rompeu o contrato que tinha com a Associação dos Criadores com a promessa de construir apartamentos para servidores públicos no local e nada fez, ou melhor, fez sim: abandonou, deixou que todo um patrimônio fosse deteriorado. É esperar e torcer para que dê certo.

Um comentário:

Luis disse...

Quiles, penso que nós enquanto capital, metrópole, teríamos que tá pensando em exposição-feira voltada para indústria, tecnologia, serviços.Coisa que acontece em Paris, Genebra, Frankfurt, NY,LA, é mais.