14 de abr de 2017

Maranhão é favorecido pela diversidade de biomas, mas precisa superar a desigualdade social e econômica

GIRO ECONÔMICO

Empossada quarta-feira (12) na diretoria-geral da Embrapa Cocais, a pesquisadora Maria de Lourdes Brefim, ao antecipar os desafios que terá à frente do órgão, lembrou que o Maranhão tem uma área de transição entre os biomas Amazônia (34%), Cerrado (46%) e Caatinga (1%), o que resulta numa ampla diversidade de clima, vegetação e solos e uma grande riqueza de águas e sistemas de produção agropecuários, desde o extrativismo até a agricultura empresarial. Por outro lado, tem grandes diferenças socioeconômicas e de desenvolvimento. 

Segundo ela, esse descompasso entre riqueza gerada e os índicos de desenvolvimento humano pode ser transformado pela pesquisa agropecuária. “É preciso trabalhar com todos os públicos, institucionalmente e sem fronteiras, para alcançarmos o desenvolvimento tecnológico sustentável da agropecuária do Maranhão”, declarou.

Segundo ela, esse caldeirão de diversidade traduz em um enorme desafio, tanto para pesquisadores e gestores de ciência e tecnologia quanto para governantes políticos. “Eu não acredito que alguém faça isso sozinho. Juntos, podemos”.

Arroz - Tendo como público alvo, agentes de transferência de tecnologia (ATER), empregados de institutos de pesquisa agropecuária e organismo de fomento e arrozeiros, será realizado, segunda-feira (17), em Itapecuru-Mirim, o curso Transferência de Tecnologia e Pesquisa para Cadeia Produtiva do Arroz na Baixada Maranhense, promovido pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), voltado para o melhoramento genético das variedades de arroz e sua aceitação da variedade no mercado consumidor. 

Câmara - É no mínimo um ato de descortesia dos vereadores de São Luís aprovarem a concessão de título de cidadania e alguém que reconhecem ter prestado grande serviços à cidade e no dia da homenagem esvaziarem o plenário. Quarta-feira (12), por exemplo, apenas o autor do projeto, Gutemberg Araújo (PSDB), estava na sessão em que o título de Cidadão de São Luís foi entregue ao empresário Celso Gonçalo. Para dar uma roupagem na solenidade, entregaram a presidência dos trabalhos ao ex-vereador José Joaquim.

Confiança - Segundo pesquisa do SPC Brasil e Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), apenas 2% dos consumidores acham que a economia brasileira está em boas condições, contra 81% que consideram ruim ou muito ruim o atual quadro econômico nacional. 





Empossada quarta-feira na diretoria da Embrapa Cocais, a pesquisadora maranhense Maria de Lourdes Mendonça Santos Brefin com o presidente da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Antônio Lopes


Prorrogação - O presidente da Federação das Indústrias, Edilson Baldez, encaminhou ao prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) oficio solicitando prorrogação por mais sessenta dias do prazo de validade do Programa de Recuperação de Crédito da Fazenda (Refaz-2017), executado pela Semfaz, que tem o objetivo de regularizar os débitos tributários, com descontos de até 100% nos juros e multas e outras facilidades no parcelamento de débitos e dívidas com o município de São Luís, que vence segunda-feira (17).

Financiamento - O volume de financiamentos de veículos encerrou o primeiro trimestre do ano com 1.208.969 unidades, entre autos leves, motos e veículos pesados, o que representa um aumento de 7,2% em relação ao mesmo período de 2016. O levantamento é da B3, empresa resultante da combinação de atividades da BM&FBOVESPA, uma das maiores bolsas do mundo em valor de mercado, e a Cetip, maior depositária de títulos privados da América Latina e opera o Sistema Nacional de Gravames (SNG).


Nenhum comentário: