12 de abr de 2017

Flávio Dino tem a mesma reação de Roseana quando foi citada "injustamente" na Lava Jato: ficaram indignados

Em setembro de 2014, ao ter seu nome citado pelo ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa como beneficiada pelo esquema de propina descoberto na Petrobras investigado pela força tarefa da Operação Lava Jato, a ex-governadora Roseana Sarney (PMDB) repudiou "veementemente e com grande indignação”, o que considerou uma injustiça com a sua biografia.

Atitude semelhante teve o governador Flávio Dino (PCdoB), nesta terça-feira (11), ao saber que foi citado pelo diretores da Odebrecht, portanto será investigado pelo Superior Tribunal de Justiça. Disse ele: "Inevitável a indignação por ser citado de modo injusto sobre atos que jamais pratiquei".

“Nunca participei de nenhum esquema de corrupção e muito menos solicitei ao ex-diretor da Petrobras recursos de qualquer natureza,” protestou Roseana, que ameaçou tomar medidas jurídicas cabíveis para resguardar sua honra e dignidade.

Não menos contundente na tentativa de defender sua honra, Flávio Dino disse que "tenho absoluta certeza de que a verdade vai prevalecer, separando-se o joio do trigo".

O dinheiro que o ex-diretor da Petrobras disse ter dado a Roseana Sarney foi para financiar sua campanha de 2010; o dinheiro que diretores da Odebrecht dizem ter dado a Flávio Dino foi para financiar sua campanha de 2014.

Roseana já teve seu nome tirado das investigações, por faltarem provas do que dito sobre ela. Flávio Dino espera um dia provar que, assim como Roseana, tem um passado limpo  e honrado..

Nenhum comentário: