28 de jun de 2017

João Alberto foi diagnosticado com Bloqueio Átrio Ventricular Total, o que poderia provocar infarto agudo

O senador João Alberto (PMDB), que recebeu alta na tarde desta quarta-feira (28), esteve na iminência de sofrer um infarto agudo, que poderia ser fatal. Segundo o boletim médico divulgado pelo hospital, o parlamentar foi diagnosticado com Bloqueio Átrio Ventricular Total (BAVT), revertido com sucesso com o implante de aparelho marca-passo.

De acordo com explicações de cardiologistas, o Bloqueio átrio-Ventricular Total é grave. Algumas vezes, o paciente reclama de tontura ou tonteira, como foi o caso do senador, e o problema pode estar relacionado a um bloqueio cardíaco.

"O bloqueio ocorre quando o impulso elétrico não consegue chegar onde deveria chegar e provoca pausas e paradas no batimento cardíaco. Diferente de situações onde o coração acelera (taquicardias), o bloqueio cardíaco provoca batimentos lentos (bradicardias) graves e, se não tratadas, podem ser fatais, provocando morte súbita", explica o blog Sopro do Coração.

João Alberto sentiu-se mal numa reunião da Comissão de Ética e Decoro Parlamentar do Senado, do qual é presidente. Com seu afastamento, o pedido para reabertura do julgamento do senador Aécio Neves (PSDB-MG), que ele havia arquivado, está com data indefinida para apreciação.

Nenhum comentário: