21 de jun de 2017

Portal do Ministério do Turismo mostra beleza dos festejos juninos de São Luís e opções de lazer para os visitantes

GIRO ECONÔMICO

O Ministério do Turismo publicou em seu portal - www.turismo.gov.br - ampla reportagem sobre os festejos juninos de São Luís, na qual indica ainda o que o turista deve fazer na cidade e arredores durante sua estada na capital maranhense, que foi uma das cidades selecionadas para divulgação das festas desta temporada. Uma boa pedida, conforme orientação do MTur, é aproveitar o período junino para conhecer a cidade, cujo centro histórico é Patrimônio Cultural da Humanidade. 

Em um passeio a pé é possível admirar os casarões ornados de azulejos portugueses, igrejas, palácios e ter contato com a cultura maranhense nos bares, alguns redutos do reggae e restaurantes ali localizados. Vale também uma visita aos barracões de Bumba meu Boi, um passeio pela orla para curtir uma praia.

Com tempo dá para dar uma esticada aos municípios de Raposa, colônia de pescadores que oferece passeios de barcos pelos manguezais, e São José de Ribamar, com suas praias e forte tradição religiosa.

Senac - O Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) realiza até 23 de junho, em todo o Maranhão, a I Mostra da Aprendizagem, evento que tem como objetivo proporcionar aos alunos do Programa de Aprendizagem Comercial um espaço de troca de experiências, conhecimentos e resultados satisfatórios. O evento é aberto ao público e sua programação acontece nas dependências das unidades educacionais do Senac em São Luís, Imperatriz, Caxias, Bacabal, Santa Inês, Balsas, Codó e Timon.

Feira - O vereador Afonso Manoel (PRP) elogiou a Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento (Semapa), pela organização da Feirinha São Luís, realizada aos domingos na Praça Benedito Leite. Na opinião do parlamentar, além de ser uma oportunidade para as pessoas adquirirem alimentos de qualidade a baixo custo, o evento fomenta o turismo na área do Centro Histórico com a exposição e comercialização de produtos artísticos e apresentações de grupos folclóricos.

Arrecadação - A arrecadação de impostos e contribuições federais chegou a R$ 97,694 bilhões em maio, com queda 0,96% em relação ao mesmo período de 2016. O acumulado de janeiro a maio, R$ 544,485 bilhões, subiu 0,35% em relação ao registrado em igual período do ano passado.





No encontro de negócios realizado semana passada por operadores do Porto do Itaqui, Fernando Duailibe (Planmax), Antônio Iris de Oliveira (Mercadinho Carone), Ted Lago (Emap) e Pirre Januário (secretário estadual de Projetos Especiais)




Alcoa - O Instituto Alcoa, em parceria com a Ficas, iniciou mais uma edição do Projeto Cambará com o objetivo de fortalecer organizações da sociedade civil a contribuir com o aprimoramento da gestão. Em seu quarto ano, o Cambará reuniu representantes de várias comunidades da Ilha para trabalhar temas relacionados a Desenvolvimento de Projetos e Gestão & Liderança. Segundo a supervisora de Relações Institucionais da Alcoa, Joana Burgos, alunos aliaram teoria com prática experimentada nas comunidades.

Cheques - O número de cheques devolvidos por falta de fundos como proporção do total movimentados atingiu 2,11% em maio, registrando uma diminuição em relação ao mesmo mês do ano anterior, quando alcançou 2,33%. Na comparação mensal, o percentual de cheques devolvidos sobre movimentados obteve leve aumento (em abril o nível foi de 2,10%) frente ao mês anterior, sendo o resultado obtido pelo aumento de 17,6% dos cheques devolvidos e alta de 17,1% para os cheques movimentados.

Nenhum comentário: