25 de jun de 2017

Revista analisa os números do Atlas da Violência que colocam São Luís entre as cidades mais violentas do Brasil

A revista Maranhão Hoje que está nas bancas desde a semana passada, traz como principal destaque uma reportagem sobre os números do Atlas da Violência em que São Luís e São José de Ribamar aparecem entre as trinta cidades mais violentas do Brasil, sendo que das capitais, além da maranhense, a do Ceará, Fortaleza. 

Outro tema polêmico diz respeito à corrupção que afetou o Sistema Estadual de Saúde, de onde, segundo a Polícia Federal, foram desviados mais de E$ 1 bilhão nos últimos três anos.

A revista destaca ainda os seguintes temas:
  • ·         Família Sarney se movimenta para eleição de 2018, podendo surgir uma dobradinha entre os irmãos Roseana, para o Governo do Estado, e Sarney Filho, para o Senado.
  •  Flávio Dino diz que se Roseana aceitar o desafio de disputar o Governo vai valorizar a disputa do ano que vem.
  • Jornalista e advogado Sebastião Jorge é o entrevistado do mês e diz que sempre quis ser membro da Academia Maranhense de Letras, onde foi empossado na cadeira de número 10
  • Professor Antônio Oliveira desenvolve projeto Ilha da Ciência para difundir trabalhos científicos de maranhenses.
  • Publicitário Saulo Mohana conquista quatro prêmios na Inglaterra e fala da diferença entre a publicidade do Brasil e dos Estados Unidos, onde está radicado.
Maranhão Hoje é uma publicação mensal da Class Mídia Comunicação e Marketing e está disponível nas principais bancas de São Luís e outras cidades do Maranhão. Para assinar, faça seu pedido pelos emails aquilesemir@uol.com.br, maranhaohoje@uol.com.br ou pelos telefones (98) 99114-1454 e 3190-0158

Nenhum comentário: