28 de jun de 2017

Senac abre inscrições para cursos nas férias de culinária, organização de eventos, informática e outras áreas

GIRO ECONÔMICO

O Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) lançou uma programação diferenciada para o mês de julho com oferta de cursos nas áreas de culinárias, organização de eventos, informática e outros, para atualização de conhecimentos e desenvolvimento de novas habilidades para quem já está empregado ou empreendedores interessados em conquistar a preferência dos clientes. 

O curso de Culinária Francesa, por exemplo, tem grande procura e ensina o preparo de receitas clássicas de entradas, pratos principais e sobremesas como Oeufs Benedict, Coq au Vin, Petit Gâteau, Crème Brúlée, Soup à Loignon, Steak aux Poivre, entre outros, já o de Informática para Concursos tem como conteúdo aulas de operacionalização dos computadores, sistema operacional Windows, navegação na Internet e edição de textos.

A idade mínima para participação é de 15 anos e a carga horária atribuída ao certificado é de 40h. Os cursos possuem carga horária entre 15h e 80h e variam de R$ 65,00 até R$ 640,00, podendo o pagamento pode ser parcelado em até seis vezes.

Maganês - A VLI realizou, semana passada, o seu primeiro embarque de manganês no Terminal Portuário de São Luís. Um navio graneleiro, de bandeira libanesa, atracou no Porto do Itaqui para operar uma carga de 54 mil toneladas do minério, com destino a Singapura. O berço 105, administrado pela VLI, que de janeiro a maio recebeu 26 navios, movimenta granéis agrícolas para exportação, realizando embarques sistemáticos para cargas de grãos, tais como: milho, soja, farelo de soja, além de ferro gusa. 

Exportações - O Consórcio Alumar responde com quase metade das exportações maranhenses, segundo o Escritório de Estudos Técnicos e Econômicos do Nordeste (Etene), vinculado ao Banco do Nordeste. De US$ 1,12 bilhão em vendas para o exterior pelas empresas locais, entre janeiro e maio deste ano, 43,2% foram de alumina, seguida a soja, com 24,8%, e pasta química de madeira, com 21,5%. Segundo o Etene, as exportações maranhenses aumentaram 23,2% na comparação com igual período de 2016.

Deficientes - A Fundação Josué Montello está contratando pessoas com deficiência de audição, locomoção etc. Os currículos devem ser encaminhados pelo email gestaodepessoas@fjmontello.com.br e os interessados podem obter informações também pelos telefones (098) 2107-7112




No arraial do Sesi, sábado (24), Dia de São João, o tenente coronel do 24º BIL, Marcus Vinicius, com os empresários Marcelo Rezende Pedro Robson Holanda (vice-presidente da Federação das Indústrias)


Construção - O Índice Nacional de Custo da Construção–M (INCC-M) registrou taxa de inflação de 1,36%, em junho, com variação de preços acima do 0,13% do registrado em maio. O INCC-M acumula taxas de 2,61% no ano e de 5,12% em 12 meses. O dado foi pela Fundação Getulio Vargas (FGV). A inflação foi puxada principalmente pelo custo da mão de obra, que ficou 2,48% mais cara em junho. Entre os profissionais que ficaram mais caros, o destaque são os técnicos (2,65%), seguidos pelos especializados (2,39%) e auxiliares (2,35%). Em 12 meses, a mão de obra acumula inflação de 8,13%. 

Revitalização - Dia 07 de julho, Caxias sediará o seminário sobre Revitalização dos Rios Maranhenses e Suas Nascentes, evento coordenado pelo Instituto Cidade Solidária, que reunirá profissionais que são referências na área de sustentabilidade ambiental, para discutir e buscar alternativas com vistas à recuperação do rio Itapecuru. Na oportunidade, a chefe da Unidade Regional de Meio Ambiente da Codevasf, Éricka Cunha, irá apresentar o planejamento da Companhia para a Bacia Hidrográfica do Itapecuru.

Nenhum comentário: