16 de jul de 2017

Com aumento da colheita de grãos este ano, Maranhão volta a ser segundo maior produtor agrícola do Matopiba

GIRO ECONÔMICO

O Maranhão voltou a ser o segundo maior produtor agrícola da fronteira agrícola do Matopiba. É o que revela a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) em sua 10ª estimativa sobre a safra de grãos 2016/17, divulgada nesta quinta-feira (13). De acordo com a estatal, a produção maranhense vai aumentar de 2,481 milhões de toneladas, da safra passada, para 4,809 milhões, o que corresponde a uma variação de 93,8%. 

Com este desempenho, fica atrás apenas da Bahia, que terá uma colheita de 8,002 milhões de toneladas, enquanto o Tocantins ficará com 4,529 milhões e o Piauí com 3,688 milhões. Vale destacar que ano passado o Maranhão era o terceiro neste ranking, atrás de Bahia e Tocantins. Proporcionalmente, porém, o melhor desempenho dos quatro estados é o do Piauí, onde a produção terá este ano aumento de 147,8%, já que na safra 2015/16, sua colheita foi de 1,480 milhão de toneladas.

Outro dado relevante no levantamento da Conab é que todas as culturas tiveram desempenho positivo no Maranhão, ou seja, do arroz à soja, passando pelo milho, feijão e algodão, o estado vai colher mais este ano.

Aeroporto - O movimento de passageiros no Aeroporto Marechal Hugo da Cunha Machado, em São Luís, teve aumento e 3,33% em junho na comparação com maio, segundo dados da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) divulgados sexta-feira (14). Os embarques e desembarques somaram mês passado 124.217, enquanto no anterior, 120.872. A variação é ainda maior na comparação com junho de 2016, quando embarcaram e desembarcaram 115.816 passageiros, ou seja, um aumento de 7,24%.

Comercial - A Federação do Comércio espera concluir, em outubro, as obras de construção do seu Centro Comercial na Avenida dos Holandeses, no Calhau. Trata-se de um shopping center com uma loja âncora e onze lojas satélites, além de oito pontos de venda em sua praça de alimentação. Localizado numa das áreas mais privilegiadas da cidade, o centro comercial conta ainda com oitenta vagas em estacionamento coberto, 50 em estacionamento externo, duas esteiras para carrinhos de compra e dois elevadores.

Cidadania - O presidente do Instituto de Cidadania Empresarial do Maranhão (ICE-MA), Gustavo Almeida, apresenta na plenária da Associação Comercial, quarta-feira, os Indicadores Sociais 2017 - Ferramentas para Influenciar Políticas Públicas, que reúne dados sobre o município de São Luís. 






Na China, os irmãos Hilton (E), prefeito de Santa Rita, e Celson Gonçalo (C), representando a Federação das Indústrias (Fiema), selando acordo com a CBSTEEL para instalação de uma usina siderúrgica no Maranhão, na região de Bacabeira

Reforma - Os deputados federais e senadores maranhenses que votaram a favor da reforma trabalhista vêm sofrendo bombardeio sem trégua de entidades de trabalhadores e partidos de esquerda, sem terem a merecida defesa de quem é a favor, mas pelo menos uma entidade patronal decidiu se manifestar, a Federação das Indústrias (Fiema), que distribuiu pelas redes sociais uma mensagem elogiando o apoio dos senadores João Alberto (PMDB), Edison Lobão (PMDB) e Roberto Rocha (PSB).

Expoema - A reunião desta segunda-feira (17) na Associação dos Criadores do Maranhão (Ascem) vai girar, novamente, em torno da Exposição Agropecuária do Maranhão (Expoema). Semana passada, o presidente Ivaldeci Mendonça comunicou que evento havia sido transferido de Santa Inês para São Luís e seria realizado na última semana de outubro ou na primeira de novembro, mas o secretário de Agricultura, Márcio Honaiser, diz que, pelo acordo com a Ascem, ela será em setembro, ou seja, daqui a um mês praticamente.

Nenhum comentário: