4 de jul de 2017

Presidente do Moto Club, Célio Sérgio, diz que Governo do Estado está prejudicando o futebol maranhense

O presidente do Moto Club de São Luís, Célio Sérgio (foto), disse na manhã desta terça-feira (04), em entrevista ao programa Ponto Final da Mirante AM, que a crise por que passam os representantes maranhenses no Campeonato Brasileiro - Moto e Sampaio (Série C) e Maranhão (Série D) - deve-se à burocracia do Governo do Estado, que não demonstra nenhum interesse de facilitar o acesso das empresas à Lei de Incentivo ao Esporte. Além destes três, o Cordino também participou da Série D, mas está eliminado.

De acordo com o dirigente motense, a continuar esta situação os times do Maranhão vão enfrentar muitas dificuldades para continuar nas duas competições, pois não têm de onde tirar recursos para bancar suas despesas, apesar de haver empresas interessadas em patrocinar as equipes.

De acordo com Célio Sérgio, vários empresários já manifestaram interesse de patrocinar os clubes, porém querem gozar do benefício da lei, e isto está sendo travado pelo Governo do Estado, ou seja, não se trata de dinheiro público, mas particular.

O curioso é que mesmo não recebendo nenhum incentivo do Estado, os times continuam jogando com logomarcas do Governo e da Companhia Energética do Maranhão (Cemar), que estão sendo beneficiados por fazerem propaganda sem pagar nada. A estratégia seria de mostrar uma boa vontade com o poder público e a empresa privada, contudo isto não tem sensibilizado os governantes.

Nenhum comentário: