1 de jul de 2017

Em entrevista à Rádio Senado, Roberto Rocha nega que reforma trabalhista tira direitos dos trabalhadores

O senador Roberto Rocha (PSB-MA) negou que a reforma trabalhista (PLC 38/2017) acabará com direitos estabelecidos na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

Em entrevista à jornalista Hérica Christian, no programa Senado em Revista, ele disse que as relações de trabalho mudaram ao longo dos anos e a legislação precisa ser modernizada. 

Na opinião do senador, as mudanças previstas na proposta facilitarão a contratação de trabalhadores.

O senador foi escolhido para ser o relator da sabatina com a procuradora Raquel Dodge, escolhida por Michel Temer para ser sucessora de Rodrigo Janot na Procuradoria Geral da República.

Nenhum comentário: