15 de jul de 2017

Queda no movimento do transporte aéreo em São Luís entre 2014 e 2017 supera a marca de 147 mil passageiros

No mês de junho, mês das férias juninas, movimento foi maior do que maio
A queda no movimento de passageiros nos aeroportos de São Luís (Marechal Hugo da Cunha Machado) e de Imperatriz (Renato Cortez Moreira) no primeiro semestre deste ano comparado ao mesmo período de 2014 foi 15,34% ou de 164.114 passageiros (embarques e desembarques), segundo estatística divulgada nesta sexta-feira (14) pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero). Para que se tenha ideia do que isto representa, é mais que o total de embarcados e desembarcados no mês de junho passado nas duas cidades: 152.975.

Movimento em Imperatriz também registrou queda, segundo a Infraero
Somente na capital, que nos primeiros seis meses de 2014 movimentou 907.046 passageiros, a queda foi de 16,21% na comparação com igual período de 2017, quando os embarques e desembarques somaram 759.990. Para que se tenha ideia do que isso representa, foram 147.056 passageiros a menos este ano.

A comparação entre os dois períodos se justifica porque foi a partir de 2015 que o setor começou a experimentar quedas sucessivas neste setor, que é um dos principais indicadores sobre a movimentação turística de uma cidade, estado ou país, já que é o único com que se pode medir com precisão as entradas e saídas de pessoas

De acordo os levantamentos  da Infraero, nos últimos quatro anos, os desempenhos no primeiro semestre foram os seguintes:
  • 2014 - 1.070.174
  • 2015 -    972.828
  • 2016 -    937.289
  • 2017 -    906.060

Vale ressaltar que junho deste ano, período marcado pelas festividades juninas, São Luís teve um movimento maior que maio. Foram 124.217 embarques e desembarques mês passado contra 120.872 do anterior, ou seja 3.345 passageiros a mais, o que dá uma média de 111,5 por dia. Leia reportagem completa em Maranhão Hoje.


Nenhum comentário: