27 de ago de 2017

Bancos não abrem nesta segunda-feira, Dia dos Bancários. E se todas categorias também pudessem parar no seu dia?

Muita gente vai ser surpreendida quando chegar nesta segunda-feira (28) a uma agência bancária e não encontrá-la aberta. É que poucos sabem, mas existe uma lei absurda que proíbe as instituições financeiras de funcionar nessa data, em que se comemora o Dia do Bancário, mas isto só no Maranhão, porque a ex-governadora Roseana Sarney (PMDB) não quis se incompatibilizar com este segmento dos trabalhadores e sancionou um projeto de lei do deputado Bira do Pindaré (PSB), criandio o feriado.

Salvo melhor interpretação, trata-se de um absurdo facilmente derrubável na Justiça, pois cada estado pode ter apenas um feriado, e o Maranhão já tem o seu: 28 de julho, Dia da Adesão à Independência. Alguns podem argumentar que é feriado de apenas uma categoria, e é, porém com o descanso dado aos bancários atinge-se toda a população.

O cliente está impedido de falar com seu gerente, o trabalhador demitido de sacar seu FGTS, o correntista de receber um novo cartão do banco, um tomador de empréstimo de assinar contrato, um mutuário de assinar documentos para receber financiamento da casa própria, sem falar nos beneficiários de programas sociais que sempre dependem da orientação de um bancário para sacar seu dinheiro.

Agora o leitor imagina como seria a vida se cada categoria, no seu dia, pudesse suspender as atividades do seu setor. Os hospitais não funcionariam no dia do médico e no dia do enfermeiro, os ônibus não circulariam no dia do motorista, o fornecimento de energia seria suspenso no dia do eletricista, os bares e restaurantes fechariam no dia do garçom e por iria...

Coisa do Brasil!

Nenhum comentário: