15 de ago de 2017

Membros da CPI do BNDES têm reunião agendada nesta terça-feira para agendar pauta dos seus trabalhos

Roberto Rocha será o relator da comissão do BNDES
GIRO ECONÔMICO

O plano de trabalho da CPI do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), criada dia 02, será apresentado nesta terça-feira (15) pelos senadores Davi Alcolumbre (DEM-AP) e Roberto Rocha (PSB-MA), presidente e relator do colegiado, respectivamente. A programação foi discutida com técnicos e deve incluir, além de pedidos de informações e depoimentos, viagens aos países que receberam empréstimos do banco. 

Também serão convidados a reforçar a equipe técnica da CPI especialistas do Tribunal de Contas da União (TCU), da Controladoria Geral da União (CGU), de outros órgãos de controle externo, consultores do Senado e consultores de orçamento do Congresso Nacional. A comissão foi criada para investigar denúncias de irregularidades nos empréstimos concedidos pelo banco no âmbito do programa de globalização das companhias nacionais.

Uma investigação do Tribunal de Contas da União (TCU) estimou em R$ 711 milhões o prejuízo de uma parceria internacional do BNDES com o grupo JBS, dos irmãos Joesley e Wesley Batista. Os empresários devem ser convidados a falar na CPI.

Investigação - O relator da CPI do BNDES no Senado, Roberto Rocha (PSB-MA) esclarece que as investigações não estão focadas exclusivamente nas empresas do grupo J&F, de Joesley Batista, porque analisará os financiamentos concedidos nos últimos 20 anos para empresas atuarem no exterior. À Rádio Senado, ele comentou que os senadores terão cuidado para não afetar a imagem do BNDES, que deverá, no entanto, esclarecer os critérios para liberação de empréstimos. A entrevista é de Hérica Christian.

Piracanjuba - Entrevistado nesta segunda-feira (14), no programa Passando a Limpo, da Difusora AM, o ex-prefeito de Imperatriz Sebastião Madeira, diante do debate sobre a ida da Piracanjuba para o município, fez questão de ressaltar que nem ele nem o atual prefeito, Assis Ramos, pode se vangloriar do empreendimento, pois o principal responsável pela negociação foi o empresário Ilson Mateus, que arrematou um laticínio e foi buscar parceiros com experiência nesse ramo, ou seja, o poder público apenas facilitou.

Feriados - A Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) do Senado de votar nesta terça-feira (15) projeto do senador Dário Berger (PMDB-SC) que antecipa para a segunda-feira o feriado que ocorrer entre terça e sexta-feira, com exceções de 1º de janeiro, Carnaval, Sexta-Feira Santa, 1º de maio, Corpus Christi, 7 de setembro, 12 de outubro e 25 de dezembro.











Na abertura da exposição Cotidiano, de Ednilson Costa, em cartaz no São Luís Shopping Center, a marchand Silvânia Tamer, que organiza a vernissagem, com a filha Amanda e o genro Daniel Fontes



Prorrogação - O Conselho Superior da Associação Comercial do Maranhão reúne-se na terça-feira da próxima semana, dia 22, para deliberar sobre a convocação de uma assembleia geral para aprovação de mudanças no estatuto da entidade. A principal delas diz respeito à ampliação do mandato dos diretores, que passa de dois para três anos, mas sem direito à reeleição e o atual presidente, Felipe Mussalém, já terá direito de cumprir o novo prazo de gestão, e assim a eleição marcada para dezembro do próximo ano vai para 2019.

Lojistas  - O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de São Luís (CDL), Fábio Ribeiro, reúne os associados nesta quarta-feira (16) em sessão plenária a ser realizada no Grand São Luís Hotel, no Centro, a partir do meio-dia, oportunidade em que será debatida a Reforma Fiscal. Para tirar dúvida dos empresários, foi convidado o advogado André Menescal, que proferirá a a palestra "Reforma Trabalhista: O que Mudou?", enfocando os impactos das mudanças ocorridas com as votações no Congresso Nacional.

Nenhum comentário: