21 de ago de 2017

Ministro do Planejamento renuncia a jeton de R$ 18 mil que tinha direito como integrante do Conselho do Senac

GIRO ECONÔMICO

O ministro do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Dyogo Oliveira, vai abrir mão de R$ 18 mil mensais que recebe por sua participação como membro do Conselho Fiscal do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), decisão tomada após a imprensa destacar que sua remuneração e a de outros ministros excedem o teto do funcionalismo, de R$ 33,7 mil. Na última semana, Dyogo Oliveira e o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, anunciaram a ampliação do déficit fiscal de 2017 e 2018 para R$ 159 bilhões em cada ano e apresentaram uma série de medidas envolvendo servidores públicos. 

Entre as medidas, o preparo de um projeto de lei para garantir que todas as verbas pagas a servidores de todos os poderes do governo federal, estados e municípios respeitem o limite do salário de um ministro do Supremo Tribunal Federal.

Em nota, o Ministério do Planejamento ressaltou a legalidade do pagamento dos R$ 18 mil, já que “a participação de servidores em conselhos de administração e fiscal de empresas públicas, sociedades de economia mista e entidades do sistema S é autorizada por lei”.

Hospitalar - Na mesa redonda de sexta-feira (18), na Assembleia Legislativa, no encerramento da Semana do Economista, o presidenciável Ciro Gomes (PDT), dentre as muitas teorias defendidas para recuperar a economia nacional, disse que acha possível o Brasil produzir produtos utilizados na área de Saúde. No seu entendimento não seria nada extraordinário, por exemplo, uma fábrica de próteses num município como Codó para atender amputados do estado, sem quebra de patente dos detentores.

Expoema - Na reunião desta segunda-feira (21) na Associação dos Criadores, os pecuaristas vão debater o andamento dos preparativos para a 60ª Exposição Agropecuária do Maranhão (Expoema), que será realizada de 14 a 21 de outubro. Faltando pouco mais de um mês para sua abertura, a feira ainda está com o local de sua montagem, o Parque Independência, em processo de recuperação, e pela análise de alguns diretores da Ascem ou os serviços aceleram ou vai ficar muita coisa para última hora. 

Aviação - A Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI) do Senado realiza audiência pública nesta terça-feira (22) para debater a unificação da alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) incidente sobre o querosene de aviação. A medida consta no Projeto de Resolução (PRS) 55/2015, que estava pronto para votação em Plenário, mas voltará a ser discutida em comissões. 












Na solenidade em que recebeu o título de Cidadão Honorário de Morros, o empresário Edilson Baldez, presidente da Federação das Indústrias, exibe a nova certidão de nascimento ao lado da esposa, Dolores


Reeleição - Termina nesta segunda-feira (21) o prazo para que beneficiários do auxílio-doença convocados pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) procurem uma agência do órgão para agendar nova perícia médica. Os beneficiários convocados no com os quais o INSSs não conseguiu entrar em contato por meio de cartas, que, devido às informações insuficientes ou erradas, foram devolvidas pelo Correios. Inicialmente, o prazo de cinco dias a partir da publicação da convocação terminaria no dia 5 de agosto.

Construcard - A partir de setembro, lojistas que fizerem transações com o cartão Construcard, vão concorrer a diversos prêmios pela campanha promocional da Caixa Econômica e a Cielo voltada para estimular a venda de material de construção. Foram disponibilizados novos limites pré-aprovados para os clientes e a taxa de juros do produto foi reduzida. O crédito pode ser contratado com taxas a partir 1,98% a.m., dependendo do valor da compra, das garantias, do prazo para pagamento e do relacionamento com o banco.

Nenhum comentário: