25 de set de 2017

A partir desta segunda-feira, está mais difícil pegar financiamento de imóvel usado na Caixa Econômica

GIRO ECONÔMICO

A partir desta segunda-feira (25), os mutuários terão mais dificuldade em financiar a compra de imóveis usados. A Caixa Econômica Federal reduziu para 50% do valor do imóvel o limite máximo de financiamento. Atualmente, os clientes poderiam financiar até 60% ou 70% do montante dependendo do tipo de linha de crédito contratada. A redução vale para todas as modalidades, como Minha Casa Minha Vida, empréstimos com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (que usa recursos da poupança). 

Em nota divulgada sexta-feira (22), o banco informou que o novo limite vigorará para as futuras operações de crédito. As propostas em análise entregues até esta semana continuarão a operar sob os limites antigos, caso o empréstimo seja liberado. Responsável por 70% do crédito imobiliário no país, a Caixa informou que a redução dos limites ajusta o capital disponível da instituição financeira às condições do setor, cujo volume de crédito está crescendo neste ano.

De maio a julho, o valor das concessões de financiamentos com juros regulados – como os imobiliários – somou R$ 2,4 bilhões, alta de 24% em relação ao trimestre anterior (fevereiro a abril).

Aplicativo - Pode ganhar caráter de urgência o texto que regulamenta serviços de transporte remunerado individual por meio de aplicativos como Uber, 99 e Cabify e ser votado nesta terça-feira no Senado. O Projeto de Lei Complementar (PLC 28/2017) foi aprovado em abril na Câmara dos Deputados e traz uma série de exigências para que esse tipo de serviço possa funcionar, dentre elas, a autorização prévia das prefeituras. Vale lembrar que em São Luís uma lei que proibia o Uber foi derrubada pela Justiça.

Agosto - O desempenho de agosto na geração de empregos formais no Maranhão (1.734) é o quinto melhor para este mês na série histórica iniciada em 2003 (1.249). Também tiveram números menores agosto de 2002 (1.194), 2012 (1.434) e 2015 (947). O melhor desempenho foi o do ano de 2008, quando o estado chegou a registrar um saldo de 4.815 empregos preservados. O agosto do ano passado preservou 2.246 postos de trabalhos, ou seja, cerca de 500 a mais que este ano e em 2014 foram 3.918.

Retroescavadeira - Em São Luiz Gonzaga, a construção de um posto de gasolina acabou em ação do Ministério Público contra o poder público municipal, isto porque a retroescavadeira utilizada na obra foi cedida ao Município pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), mas para ser utilizada apenas em obras da Prefeitura.



Sexta-feira, o empresário Ilson Mateus, lançou a campanha Volta às Aulas do Grupo com a meta de vender R$ 57 milhões de material escolar nos dias que antecedem o retorno das aulas


Parcelamento - O microempreendedor individual que tem boletos mensais em aberto com vencimento, até maio de 2016 tem até dia 02 de outubro para aderir ao parcelamento dos débitos em até 120 meses. Quem parcelar poderá reaver direitos previdenciários como aposentadoria, auxílio-doença ou licença-maternidade, além de participar de licitações com os governos Federal, estaduais e municipais. Esta é a primeira vez que esse segmento empresarial poderá pagar os impostos devidos em prestações.

Seleta - A Seleta anunciou uma importante novidade em seu portfólio: a cachaça oficial do Flamengo, que promete estreitar a relação do torcedor com o clube e a bebida. Assim, consolidando a união perfeita para vibrar com as competições do time mais popular do Brasil. Envelhecida por dois anos em tonéis de umburana (madeira brasileira nativa do norte de Minas), a Cachaça Seleta tem 42% de teor alcoólico e em sua produção são utilizadas canas rigorosamente selecionadas, o que confere à bebida sabor suave.

Nenhum comentário: